Como Fazer TCC mais Rápido e Fácil. Os 7 Passos Comprovados para Trocar Sofrência por Excelência e Aprovação!

Como Fazer TCC mais Rápido e Fácil. Os 7 Passos Comprovados para Trocar Sofrência por Excelência e Aprovação!

É só um palpite, mas, se você está lendo este artigo, eu sou capaz de arriscar que:

Você Precisa Fazer o seu TCC e não sabe Como.

Você está PERDIDO e um tanto angustiado. Acertei?

Sabe qual é a pergunta que eu mais ouvi ao longo dos quase 10 anos em que eu oriento trabalhos acadêmicos?

“Professor, como fazer TCC?”

Eu realmente acho que isso não te surpreende nem um pouco, certo?

 Vamos ver… se você está aqui comigo, existem algumas possibilidades. Marque a opção correta:

  1. (  ) Você precisa fazer o TCC e não sabe nem Como Começar.
  2. (  ) Você precisa fazer o seu trabalho e tem muito pouco tempo para isso.
  3. (  ) Você até tem um tema e uma ideia do que escrever, mas não consegue colocar as ideias no papel (ou no computador);
  4. (  ) Toda vez que você escuta palavras como Metodologia ou Referencial Teórico você sente um calafrio.
  5. (  ) Você está Perdido.
  6. (  ) Você está Travado.
  7. (  ) Você acredita que não é capaz de fazer o seu trabalho.
  8. (  ) TODAS AS ALTERNATIVAS ACIMA.

Posso te dizer uma coisa? Quando eu fiz o meu primeiro TCC, eu certamente marcaria a última opção.

Como fazer TCC?Essa pergunta também já me assombrou e me tirou o sono.

E a primeira coisa que eu preciso te dizer é: se você não sabe como fazer TCC, não se sinta culpado. Porque a Culpa Não é Sua.

O seu temor a respeito do TCC vem de duas fontes primárias:

– Medo do desconhecido;

– Terrorismo barato.

Todos nós temos medo do que não conhecemos bem.

E, se você está fazendo o seu primeiro trabalho deste tipo, é natural que você não saiba como fazer TCC e fique apavorado por ter que fazer algo que você não domina.

Isso significa uma única coisa: Você é Humano! (Graças a Deus!)

Além disso, diz aí quantos conhecidos seus já vieram te dizer que o TCC não é esse bicho de sete cabeças, que ele pode até ser trabalhoso, mas não precisa ser difícil, e que, com as informações certas, o Sofrimento passa a ser Opcional? (Duvido que você se lembre de uma única pessoa!)

Agora, quer ver como você vai perder as contas?

Diz aí quantas pessoas já te disseram que o TCC é muito difícil, que ele existe só para atrapalhar a sua vida, que ele é uma Invenção do Capeta e que você vai Sofrer Muito para fazer o seu trabalho.

Eu costumo dizer às pessoas que o TCC é igual a Gravidez (Oi? É isso mesmo!).

Quando uma mulher está grávida todo mundo tem opinião sobre  o que ela deve ou não deve fazer. E sabe de uma coisa: 99% dessas opiniões Não Ajudam em Nada!

Então, se o seu problema é como fazer TCC, esquece tudo o que você já ouviu e se concentra no que eu vou te dizer a partir de agora.

E você não é obrigado a me ouvir. Então, por que você deve fazer isso?

Porque eu dedico a maior parte dos meus dias, ao longo dos últimos 8 anos, a orientar alunos.

Porque eu já mostrei para mais de 10 Mil Alunos Aprovados (só nos últimos 5 anos) como fazer TCC Passo a Passo.

Porque o que você vai ver neste artigo, a partir de agora, já impactou mais de 2 Milhões de Pessoas que visitaram o nosso Canal do Youtube e mais de 100 Mil Pessoas que me seguem as Redes Sociais do TCC Sem Drama.

Mas, o que é TCC Sem Drama?

TCC Sem Drama é o Método que eu criei para fazer o meu TCC e que já garantiu um TCC Aprovado para mais de 10 Mil Alunos no Brasil e em outros países, como Estados Unidos, Canadá, Portugal, Espanha, Alemanha, Japão, Angola, Moçambique e até os Emirados Árabes!

TCC Sem Drama é o Método que já foi Reportagem do Portal Eletrônico da Revista Exame e hoje é o treinamento online completo que mostra como fazer TCC passo a passo, mesmo que os alunos estejam partindo do zero e tenham pouco tempo para produzir e pouco conhecimento sobre trabalhos acadêmicos.

Ufa! Acho que eu te convenci a ver o que vem pela frente. Mas, só por via das dúvidas, eu já mencionei que os alunos do TCC Sem Drama, em média, produzem seus trabalhos em 28 dias?

Ah! E eu quase me esqueço de mencionar que alguns dos nossos alunos recentemente publicaram depoimentos de Sucesso nas nossas Redes Sociais depois de produzirem um TCC Completo em 7 Dias!

Ah! Teve uma aluna montou uma monografia em 5 Dias. E outra que desenvolveu e apresentou um artigo científico aprovado com louvor em 4 Dias!

Eu estou falando de pessoas comuns, como eu e você. Alunos que, quando chegaram ao TCC Sem Drama, não tinham a menor ideia de como fazer TCC. Estavam perdidos, com pouco tempo e enfrentando níveis elevadíssimos de Stress, Angústia e até Desespero.

Então, qual é o Segredo?

7 Passos Simples e Certeiros, que eu vou te mostrar a partir de agora.

Passo 0 (zero)

Considere este passo um Bônus. Mas um Bônus de valor inestimável!

Por isso eu nem chamei esse passo de 1, mas sim de passo 0 (zero).

Porque, se o que você quer é realmente aprender como fazer TCC de modo mais Rápido e Fácil, a primeira coisa (ou antes até da primeira) a fazer é: MUDAR SUA POSTURA.

Além de Professor, eu sou Especialista em Desenvolvimento Pessoal e Profissional, com projetos de Mentoring que já impactaram mais de 18 Mil Pessoas nos últimos anos.

E o que eu vou te dizer agora vai soar como auto-ajuda, mas NÃO É!

É ciência e neurociência APLICADAS!

Preste atenção nesta informação: em qualquer atividade da sua vida, apenas 25% do seu Sucesso dependem de competências e conhecimentos técnicos.

75% do seu Sucesso dependem da sua Postura Positiva.

O que eu chamo de Postura Positiva (e outros autores chamam de Felicidade) não é um estado euforia absoluta ou algum estado de contemplação e deslumbramento constante com o mundo. Isso aí não é Postura Positiva. Costuma ser o efeito de alguma droga.

Voltando ao nosso assunto, Postura Positiva é Envolvimento, Comprometimento, a capacidade de se manter focado em uma tarefa e a capacidade de ver o Stress como Desafio e não como ameaça.

Então, se você já entrou no Módulo: “Eu não consigo.” “Eu não sei.” “É muito difícil.” Eu preciso te dizer que, se você não mudar sua postura, nenhuma técnica vai te mostrar como fazer TCC e te garantir resultados.

Quando você perde o seu tempo lamentando e dizendo coisas do tipo: “Eu não consigo.” “Eu não sei.” “É muito difícil.”; o seu cérebro compra todas essas Bobagens como Verdades. E é aí que você não vai produzir mesmo!

Agora, se você acreditar que você é realmente capaz e se mantiver comprometido, ninguém vai convencer o seu cérebro do contrário e você vai produzir. E Produzir com Qualidade!

Então, deixa de choradeira (se for o seu caso) e vamos aos próximos passos.

O que eu vou te mostrar a partir de agora já ajudou mais de 10 Mil Alunos Aprovados, porque seria diferente com você? A questão é apenas manter a Postura Positiva e APLICAR as TÉCNICAS ao invés de duvidar (das próprias técnicas e da sua capacidade) ou de brigar com as técnicas.

Passo 1 (um) – Entenda o que é TCC (e não confunda as coisas)

Eu já ouvi de muitos alunos:

“Professor, lá na faculdade não tem TCC. É monografia.”

É claro que TEM TCC!

TCC não significa Truco, Churrasco e Cerveja (bem que a gente gostaria) ou Trevas Com Certeza…

TCC é Trabalho de Conclusão de Curso. E esse é o nome genérico para uma produção científica e acadêmica. O TCC em si não é um modelo de documento ou de trabalho.

Portanto, o TCC é um nome genérico e cada instituição de ensino adota um modelo específico para o TCC, o que inclui a monografia, artigo científico, relatório de pesquisa, estudo de caso… e por aí vai.

Então, se você tem que fazer uma monografia, um artigo ou um relatório, olha só: você está diante de um modelo de TCC!

Eu acho que o primeiro passo para aprender a fazer uma coisa é compreender o que é essa coisa. Então, se você tem que aprender como fazer TCC, é bom saber, primeiro, o que é TCC.

E sabe qual é a grande notícia: as técnicas que eu vou te mostrar nos próximos passos podem ser utilizadas para TODOS OS MODELOS de TCC.

Passo 2 (dois) – O Erro Básico

Como fazer TCC mais rápido, mais fácil, de maneira mais produtiva e com a certeza de estar no caminho certo? Simples: COMECE DO JEITO CERTO.

E isso significa Evitar um Erro Básico.

Muitos alunos, quando escolhem o tema e apresentam o assunto ao seu orientador, costumam ouvir o seguinte: “agora que você tem um tema, procure tudo o que conseguir encontrar sobre esse assunto.”

Não Faça Isso!

Não saia procurando referencial teórico ou produzindo conteúdo escrito antes de montar a Chama Estrutura Básica do TCC (que serve para qualquer modelo de trabalho!).

A Estrutura Básica não só direciona todo o conteúdo que você vai produzir ao longo do seu trabalho, como também otimiza a sua pesquisa de referencial e acelera o processo de produção textual.

Mas, afinal, o que é essa Estrutura Básica?

Passo 3 (três) – A ESTRUTURA BÁSICA DO TCC

Como fazer TCC passo a passo? Comece pela Estrutura Básica.

O grande SEGREDO de um TCC digno de aprovação é uma Estrutura Básica Consistente.

E aí vai a má notícia (calma que depois vem a boa): ter um tema, ou seja, um assunto para o seu TCC, é um ponto de partida, mas não é suficiente para começar uma pesquisa de referencial ou mesmo para começar a escrever o seu texto.

Quando um orientador pede para que você comece a sua pesquisa de referencial logo depois de definir um tema, o resultado é apenas um: acúmulo de informação inútil.

Então, o que fazer?

Aí vem a boa notícia: Montar sua Estrutura Básica.

A Estrutura Básica do TCC é composta por:

– Tema delimitado;

– Problema de pesquisa;

– Objetivo geral;

– Objetivos específicos.

Como eu já disse aqui mesmo neste artigo, o Tema é apenas um ponto de partida.

Digamos que você escolheu como tema a Sustentabilidade (para usar um assunto bem, digamos, na moda).

Se você não delimitar esse tema e começar a pesquisar “tudo que existe” sobre Sustentabilidade (como alguns orientadores podem sugerir); ou começar a escrever sobre Sustentabilidade sem um foco delimitado, você vai começar a escrever hoje e terminar daqui a uns 5 ou 6 anos… boa sorte.

E o Pior! Você vai sair de lugar nenhum e chegar em lugar algum (e isso é bem frustrante), afinal, o seu TCC não tem uma direção estabelecida. Uma questão central de pesquisa e objetivos claros.

Se você quer realmente saber como fazer TCC mais rápido e fácil, o que você vai fazer, depois de definir o tema, é DELIMITAR esse tema.

Ou seja, definir uma questão específica para investigar dentro do assunto.

Por exemplo: as relações entre a sustentabilidade e o empreendedorismo; sustentabilidade e seus impactos nos arranjos industriais; coleta seletiva de lixo e impactos sustentáveis… em outras palavras:

DELIMITE. Coloque um foco restrito no seu trabalho. Defina uma questão ESPECÍFICA dentro do seu assunto. Essa será a questão central da sua pesquisa.

E depois? Como fazer TCC a partir dessa Questão Central?

COMPLETE A ESTRUTURA BÁSICA!

Sua Questão Central deve ser transformada em um PROBLEMA DE PESQUISA. Uma pergunta que apresenta a sua Questão Central.

Exemplos:

Que fatores críticos devem ser considerados em uma iniciativa empreendedora voltada à sustentabilidade?

Quais os impactos da implantação de diretrizes sustentáveis nos processos operacionais e arranjos produtivos da Indústria X?

Quais os principais impactos ambientais da coleta seletiva de lixo na Comunidade Y?

O Problema de pesquisa é a pergunta que vai nortear todo o desenvolvimento do seu conteúdo. E o seu trabalho só estará completo, quando, ao final do desenvolvimento, o Problema de pesquisa estiver respondido.

Passo 4 (quatro) – O que escrever no Desenvolvimento do TCC – monte os seus Objetivos

Outra parte fundamental da Estrutura Básica são os Objetivos!

E essa parte é “muito difícil” (só que não…).

Atenção! Para montar o seu Objetivo Geral, basta retirar o ponto de interrogação e colocar um verbo no infinitivo no início do texto do seu Problema de pesquisa.

 Exemplos:

Identificar fatores críticos que devem ser considerados em uma iniciativa empreendedora voltada à sustentabilidade.

Analisar os impactos da implantação de diretrizes sustentáveis nos processos operacionais e arranjos produtivos da Indústria X.

Discutir os principais impactos ambientais da coleta seletiva de lixo na Comunidade Y.

E agora, vamos dar um passo muito importante para que você aprenda, de uma vez por todas, como fazer TCC com mais confiança e menos sofrimento.

Digo isso porque muitos alunos me perguntam:

“O que eu devo escrever no Desenvolvimento do TCC?”

Ou afirmam:

“Eu não sei o que colocar no desenvolvimento do TCC.”

E aí vai a resposta:

Os seus Objetivos Específicos definem o que você tem que colocar no Desenvolvimento do seu TCC.

E o que são os Objetivos Específicos? Etapas para alcançar o seu Objetivo Geral (e, por consequência, responder o seu problema).

 Vamos ver um exemplo:

Se o Objetivo Geral é: Identificar fatores críticos que devem ser considerados em uma iniciativa empreendedora voltada à sustentabilidade.

 Os Objetivos Específicos podem ser:

– Conceituar sustentabilidade;

– Conceituar empreendedorismo e iniciativa empreendedora;

– Analisar conteúdos e fontes referenciais que relacionam iniciativa empreendedora e sustentabilidade.

O QUÊ? Outro exemplo?

Tá bom. Vou quebrar o galho.

Vamos a um exemplo com pesquisa de campo (mais especificamente um estudo de caso).

Se o Objetivo Geral é: Discutir os principais impactos ambientais da coleta seletiva de lixo na Comunidade Y.

 

Os Objetivos Específicos podem ser:

– Conceituar sustentabilidade e impactos ambientais;

– Conceituar coleta seletiva de lixo;

– Apresentar as características do objeto de estudo – a Comunidade Y;

– Analisar os impactos ambientais observados na Comunidade Y a partir da implantação da coleta seletiva de lixo.

 

Eu não indico ter mais do que quatro objetivos específicos e, se você observar os exemplos, verá que os primeiros costumam ser conceituais (explicam conceitos) e o último (ou últimos) costumam ser técnicos (estão diretamente ligados ao Objetivo Geral e à resposta do Problema de pesquisa).

Mas, hei?! Eu ainda não expliquei exatamente porque os Objetivos Específicos definem o que colocar no desenvolvimento do trabalho, certo? Então, vamos lá. É muito simples:

Cada Objetivo Específico pode se Transformar em um Capítulo do Desenvolvimento do seu TCC.

Como? Assim:

– Conceituar sustentabilidade e impactos ambientais à Capitulo 1: sustentabilidade e impactos ambientais;

– Conceituar coleta seletiva de lixo à Capítulo 2: Características da coleta seletiva;

– Apresentar as características do objeto de estudo – a Comunidade Y à Capítulo 3: A Comunidade Y;

– Analisar os impactos ambientais observados na Comunidade Y a partir da implantação da coleta seletiva de lixo à Capítulo 4: Impactos ambientais da coleta seletiva na Comunidade Y.

Acredite em mim, com a Estrutura Básica Pronta, você tem 70% do seu TCC devidamente direcionado para começar a sua produção textual.

Agora, se a questão é como fazer TCC de forma Produtiva e Acelerada, ainda faltam 3 Passos. Vamos lá.

Passo 5 (cinco) – Metodologia sem Sustos!

Se você quer aprender como fazer TCC, não pode mais ter arrepios só de ouvir a palavra Metodologia.

Então, vamos desmascarar esse “monstro”.

Montar a base metodológica de um TCC significa responder 3 perguntas:

  1. Qual a natureza da sua pesquisa? Pesquisas científicas podem ser Exploratórias, Descritivas ou Explicativas.
  2. Quais são as suas fontes de pesquisa? Fontes Primárias (observação, aplicação de questionários, entrevistas…); ou Fontes Secundárias (referências bibliográficas, conteúdos de outros trabalhos, de livros, da internet, de documentos oficiais…); ou as duas.
  3. Como serão tratados os seus resultados? De forma quantitativa (apresentação dos resultados sob a forma de números); ou qualitativa (apresentação de resultados na forma de conceitos); ou a duas.

Uma vez que você responde as 3 perguntas anteriores, basta complementar a metodologia descrevendo o processo de pesquisa. Ou seja, se você vai pesquisar referencial, diga onde vai fazer as pesquisas (livros, internet, sites especializados em conteúdos acadêmicos, como o Google Acadêmico, por exemplo), quais os autores selecionados, porque eles foram escolhidos…

Agora, se você vai aplicar questionários, por exemplo, diga como formulou as perguntas, qual é a amostra de pesquisa (grupo de pessoas que responderá o questionário), porque essa amostra foi escolhida, como os dados serão compilados…

Passo 6 (seis) – Produção Escrita e Como Evitar o Plágio.

Eu dediquei todo o texto deste artigo (até aqui) a te mostrar como fazer o TCC mais Rápido e Fácil e, principalmente, como direcionar os seus esforços para ter mais Resultados do que sofrimento.

E, nesse sentido, eu já te passei dicas muito importantes.

 

Agora, informação que não é aplicada é desperdício, portanto, APLIQUE as Técnicas.

Mesmo que pareça desconfortável no início, é a prática que leva à produção. E você é CAPAZ!

Um pouco de esforço para Aplicar essas técnicas agora garante uma grande economia de tempo e trabalho ao longo do desenvolvimento do TCC.

E agora, eu vou tocar em outro ponto crítico quando o assunto é Como Fazer TCC de maneira Correta e Produtiva.

Uma dúvida que assombra muitos alunos é:

“Eu vou poder escrever com as minhas palavras? TCC é cópia de outros autores? Eu não posso dizer nada?”

 

A resposta é Sim e Não. Como é? É isso mesmo:

Sim! Você pode escrever a sua opinião ou utilizar suas palavras.

Não! Você não pode escrever a sua opinião ou utilizar suas palavras se não tiver um embasamento. Ou seja, se não tiver autores que sustentem o que você está dizendo.

 

Confuso?! Vamos descomplicar.

Como fazer TCC, escrever o seu próprio texto e não cometer plágio?

Vamos lá!

Primeiro: não saia copiando e colando um monte de conteúdos de outros trabalhos no seu texto. Mesmo que você faça as citações corretamente, isso será considerado plágio. Além do mais, você não vai construir um texto e sim um Frankenstein (ou seja, um monte de partes de pessoas diferentes em um ser muito esquisito).

 

Segundo: monte roteiros para o seu texto (tópicos que você vai abordar em cada capítulo). A estrutura do texto é sua e não dos outros autores. E siga esta técnica: escreva o seu texto (com suas palavras e argumentação), mas, toda vez que utilizar uma informação muito técnica, histórica ou estatística, use um autor para embasar o que você está dizendo.

 

Siga o Esquema:

AFIRMAÇÃO/INFORMAÇÃO à BASE (citação) à CONTINUIDADE

Exemplo:

Sustentabilidade é um conceito muito relevante quando se analisa o atual contexto das iniciativas empreendedoras. Hoje, muitos negócios já nascem com preocupações e inclinações sustentáveis (AFIRMAÇÃO/INFORMAÇÃO). Como afirma Silva (2000), negócios que já começam com uma clara preocupação relacionada à sustentabilidade e à utilização equilibrada de recursos já apresentam um importante diferencial competitivo (BASE/citação). Portanto, é possível dizer que, em termos competitivos, negócios sustentáveis apresentam apelo de mercado. Então, é importante analisar… (CONTINUIDADE).

Passo 7 (sete) – Conclusão: a doce arte de encher linguiça

Estamos chegando ao final…

Até aqui, você viu 6 (ou melhor 7, contando o bônus 0 – zero) Passos Fundamentais para entender como fazer TCC de uma maneira Organizada e Produtiva, que produz Resultados mais Rápidos.

E chegamos, então à Conclusão ou às Considerações Finais (cada instituição dá um nome… às vezes eu acho que elas fazem isso só para confundir o aluno…).

Quando eu digo que a Conclusão é a Arte de Encher Linguiça, é claro que eu estou sendo irônico.

Alguém me disse, uma vez, que a ironia é a forma mais sofisticada de humor… e tendo a concordar com essa observação. Mas eu estou me desviando do assunto… voltando!

 

A verdade é que eu falo em Encher Linguiça porque a Conclusão é basicamente composta de 3 Partes, sendo duas delas repetições de conteúdos que já apareceram no TCC.

Parte 1: reforçar a importância do tema tratado no trabalho.

Eu sei… eu sei… você já fez isso na Justificativa, que costuma ser um elemento dentro da Introdução, mas vai fazer aqui de novo, de forma sucinta e com outras palavras. É chato? Sim! É repetitivo? Também! Mas é a formalidade científica.

Parte 2: apresentar, de forma resumida, os principais resultados obtidos com a pesquisa.

 

Os resultados não aparecem no Desenvolvimento? Sim, aparecem. Mas você vai reforçar os mais importantes aqui. É chato? Sim! É repetitivo? Também! Mas é a formalidade científica.

Parte 3 (e só essa aqui não é repetição): sugerir novas abordagens de pesquisa para o seu tema.

Essa é a única parte que não repete (ou reforça) algum conteúdo que já apareceu no trabalho. Aqui, você pode sugerir novas linhas de pesquisa para o seu tema. Exemplo: se você falou dos impactos da coleta seletiva de lixo, pode sugerir outras linhas de pesquisa que analisem a implantação da coleta seletiva, os custos envolvidos… e por aí vai.

Agora que a gente já viu os 7 (ou 8) passos que mostram como fazer TCC mais rápido e fácil, eu preciso te dizer que, Toda Vez que eu tenho que fazer um trabalho científico (e eu faço Muitos, porque, como professor, eu preciso publicar conteúdos com certa regularidade), eu percorro esse mesmo caminho.

E ele me ajuda a Acelerar Muito a minha produção.

Esse também é o caminho que os Alunos Aprovados (mais de 10 Mil) que já passaram pelo TCC Sem Drama percorreram.

É claro que o Treinamento Online do TCC Sem Drama tem muitas outras técnicas e explica com mais detalhes e exemplos cada um dos passos que a gente viu aqui e outros também muito importantes.

Mas, na essência, nossos alunos, que tem uma Média de Produção de 28 Dias, fazem exatamente o que eu te mostrei aqui.

E se você perguntar a eles Como Fazer TCC, eles te mostrarão estes mesmos passos!

E eu espero que você utilize todos esses passos para trocar Sofrência por Excelência. E para alcançar o seu Objetivo.

PS 1:

Passo 8 (mais um BÔNUS!): em muitas instituições (a maioria, na verdade), além de produzir o conteúdo textual do TCC, o aluno precisa apresentar o trabalho para a Banca de Avaliação. Então, aí vai uma dica muito importante para a sua apresentação.

Não trate o seu TCC como o seu bebezinho. Ele não é!

 Professores fazem críticas. É parte do trabalho deles. Então, não saia justificando erros. Não leve para o lado pessoal. Absorva e agradeça as críticas. Não confrote. No final, o que interessa é a sua Aprovação (com ou sem críticas).

PS 2:

Ah! Quase esqueci! Ainda em relação à apresentação. Quando apresentar definições de conceitos ou análises técnicas respaldadas por outros autores, abuse das frases: Segundo Fulano… De acordo com Ciclano… Na visão de Beltrano…

Desse modo, você tira o seu da reta e coloca o das suas referências. Assim, você não pode ser diretamente criticado ou repreendido, afinal, quem disse algo errado ou algo com o que o seu avaliador não concorda não foi você… foi o Fulano… o Ciclano… o Beltrano…

 PS 3:

Esse PS é só para me despedir mesmo. E para dizer que você pode me encontrar e encontrar o TCC Sem Drama no Youtube: https://www.youtube.com/tccsemdrama ou no Blog: http://www.comomontartcc.com.br/

E se quiser trocar uma ideia comigo, pode usar o tccsemdrama@gmail.com.

Eu te Vejo do Lado dos Aprovados.

 Abraços.

Professor Amilton Quintela

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como Fazer um TCC Pronto com um Roteiro Aprovado por mais de 20 Mil Alunos

como fazer um tcc pronto

Você quer ser ENGANADO ou aprender Como Fazer o TCC?

como fazer o tcc

Como fazer o TCC? Você quer uma solução ou quer ser Enganado? Se a sua resposta é: uma Solução! Fica ligado para Fugir das Armadilhas, das Ofertas Enganosas e dos Oportunistas.

Como fazer o TCC, Amilton? Eu me dedico, há mais de 10 anos, a responder essa pergunta para milhares de alunos. Essa é a minha Missão, o meu Propósito!

E como o treinamento online do TCC Sem Drama já registra mais de 20 MIL APROVADOS nos últimos 7 anos (números contabilizados no final de 2018), eu gostaria muito de usar o meu tempo para me dedicar ainda mais a cumprir minha missão e produzir conteúdo útil, com técnicas aplicáveis, que mostram como Fazer o TCC mais Rápido e mais Fácil (e é exatamente isso que eu faço a maior parte do meu tempo, Graças a Deus!).

Se você está aqui no nosso Blog, ele está repleto de conteúdos com Dicas e Técnicas Poderosas, que já foram visualizadas por mais de 4 Milhões de Pessoas!

E podem te ajudar muito! Principalmente, se você está Perdido e não sabe nem por onde começar o seu TCC, ou se você Travou em uma parte específica do seu trabalho e não consegue avançar mais.

E você não precisa confiar apenas no que eu te digo, veja os Depoimentos dos nossos Alunos Aprovados na nossa página oficial: https://tccsemdrama.com.br/4-0/

Só para você ter uma ideia, eu dedico algo em torno de 60% das minhas horas de trabalho diárias para produzir conteúdos gratuitos que eu disponibilizo aqui no Blog, na Fan Page do TCC Sem Drama, lá no Facebook, no nosso Canal do Youtube e também no nosso Instagram (tcc.sem.drama).

Os outros 40% do meu tempo útil, eu me dedico a analisar conteúdos, tirar dúvidas, acompanhar e Orientar Pessoalmente os alunos que fazem parte do nosso treinamento online.

Em todos esses canais de comunicação, você vai encontrar Conteúdos Práticos, que podem ser aplicados no seu trabalho e podem fazer toda a diferença nos seus resultados, incluindo Técnicas Exclusivas para Escolha do Tema, como montar a Estrutura Básica do TCC (que é responsável por 70% da aprovação de um trabalho), pesquisa e produção de Referencial Teórico, como montar uma Justificativa digna de aprovação, o que escrever na sua Introdução, como produzir os Capítulos do TCC, fazer Metodologia, Resultados e Discussões e até a Conclusão do trabalho.

E eu estou te dizendo tudo isso, porque no vídeo abaixo eu não apresento nenhuma técnica específica. Eu sou sempre muito transparente no que eu faço e eu preciso te dizer que, no vídeo abaixo, o que você vai ver é um ALERTA muito importante. Além de um desabafo… porque eu não suportava mais ficar calado enquanto os alunos são Enganados!

Então, no meio a toda confusão de conteúdos sobre TCC que você encontra na internet, se você quer realmente separar o joio do trigo e quer Fugir de Armadilhas e das Ofertas Enganosas dos Oportunistas, se liga nos 3 Cases Fraudulentos e Absurdos que eu mostro (com os registros e provas) no final do vídeo:

Como eu digo no vídeo, quando você inaugura um segmento, é normal que os Oportunistas apareçam.

Agora, quando eles começam a se aproveitar da necessidade dos alunos para vender ilusões e promessas enganosas, e o pior, usando as plataformas, páginas e canais de Comunicação do TCC Sem Drama, criando Perfis Fakes e vendendo a IDEIA ABSURDA de um software que “faz o TCC”, bastando que você simplesmente preencha espaços em branco… PELO AMOR DE DEUS… não dá para ficar calado!

Mais um vez eu peço desculpas pelo desabafo, mas eu já estou cansado… e me senti no dever moral de Alertar os meus alunos e todos aqueles que buscam uma solução digna e legítima que mostre como fazer o TCC, sobre os Perigos que estão na internet.

Afinal, em um país onde se fala tanto sobre ética (e boa parte das vezes ela fica apenas no discurso mesmo) e onde tanta gente sofre em função de práticas corruptas, eu não poderia mais ficar calado. 

Então, eu abri um espaço na minha agenda para te defender das ofertas enganosas e espero, sinceramente, que você tenha visto o vídeo por completo. Porque a única coisa que realmente me importa é que você alcance o seu objetivo e seja Aprovado no seu TCC.

E, como sempre, se você quiser trocar uma ideia comigo, desce a barra de rolagem, e deixa aí o seu Comentário.

Abraços.

E eu te espero aqui do Lado dos Aprovados.

Amilton Quintela

Projeto de Pesquisa em 5 Passos Comprovados

Projeto de Pesquisa: você já notou como a maioria dos orientadores pede aos alunos para montar o projeto, mas não explicam o que é e nem como fazer?

projeto de pesquisa

Projeto de pesquisa, quando exigido pela instituição de ensino, é uma parte muito importante do TCC. E, se você fizer direito, pode adiantar muito o seu trabalho final.

Então, fica ligado nestes 5 Passos Comprovados que já foram utilizados por mais de 15 Mil Alunos Aprovados que passaram pelo treinamento online do TCC Sem Drama.

Projeto de pesquisa é uma parte integrante do TCC (seja ele um artigo, uma monografia, um relatório, uma estudo de caso…), mas não é o próprio TCC. Então, não se confunda!

O que a maioria dos orientadores não diz é que um projeto consistente apresenta vários elementos que Serão Aproveitados no trabalho final.

Então, Amilton, isso quer dizer que se eu fizer um Projeto de Pesquisa bem feito, eu vou adiantar a minha vida e acelerar o meu trabalho?

E a resposta é: SIM! E muito!

O projeto e o trabalho final não são a mesma coisa, mas estão intimamente ligados. Tipo geleia e manteiga de amendoim (tá bom… péssimo exemplo, não sei como os americanos gostam disso!), arroz e feijão, churrasco e cerveja, música ruim e um som exageradamente alto… e por aí vai.

E a questão é: se você realmente sabe o que é um projeto de pesquisa e como é a sua estrutura, você certamente vai saber como aproveitar a maior parte do conteúdo do seu projeto no seu TCC.

Vários dos mais de 15 Mil Alunos Aprovados do TCC Sem Drama que contaram com o meu acompanhamento e orientação pessoal, e que tiveram que montar um projeto de pesquisa, usaram exatamente os 5 Passos que eu vou te mostrar aqui.

E o resultado? Eles se deram muito bem!

Aliás, se no conteúdo do treinamento online do TCC Sem Drama nós temos módulos específicos que tratam dos elementos de um projeto de pesquisa, eu me toquei, recentemente, que eu não havia produzido ainda nenhum conteúdo para colocar aqui no Blog ou no nosso Canal do Youtube sobre o projeto de pesquisa.

Minha Culpa! Minha Máxima Culpa!

Mas eu estou corrigindo esse erro AGORA!

Então, você está diante do Conteúdo que Faltava aqui no Blog. E o que você pode fazer é Aproveitar ao Máximo as técnicas que você vai ver a partir de agora. Porque elas podem fazer muita diferença na produção do seu projeto e do seu TCC.

E eu estou falando de um caminho certeiro, um Roteiro, composto pelos seguintes 5 PASSOS:

  1. O que é de fato o projeto de pesquisa;

  2. A Estrutura Textual do projeto de pesquisa;

  3. Como montar a Estrutura Básica do projeto de pesquisa;

  4. A importância do Referencial Teórico ou Fundamentação Teórica;

  5. Como fazer um Cronograma Estratégico.

Quando eu notei que esse conteúdo ainda faltava no material online das nossas redes sociais, primeiro, eu gravei um vídeo, em que eu explico os 5 Passos Comprovados para a produção de um projeto de pesquisa digno de Aprovação.

Então, dá uma olhada no vídeo abaixo e se liga na Dica Bônus que eu passo no final do vídeo:

Viu? E a Dica Bônus do final do vídeo? Ela já salvou muita gente!

O quê? Você não viu o vídeo todo?

Se não viu, volta e assiste. E depois, para reforçar pontos muito importantes e ver outras dicas, continua aqui comigo.

Pode acreditar:

Se você der um Passo para trás e se você Planejar o seu projeto, você vai dar vários passos muito rápidos depois e vai acelerar muito a produção do seu conteúdo.

Então, sem angústia e com foco, vamos às informações.

PASSO 1 – O que é o Projeto de Pesquisa

A primeira coisa que eu deixo muito clara no vídeo acima é que Projeto, Pré-projeto, TCC 1 (ou qualquer outro nome que a sua instituição quiser dar ao projeto)… É TUDO A MESMA COISA!

Projeto de Pesquisa = Pré-projeto de Pesquisa = TCC 1

O projeto de pesquisa é a intenção, ou seja, o Plano da pesquisa. Ele diz como será (no futuro) a sua pesquisa.

Mas a questão é que, vários elementos que estão no projeto (e que a gente vai conhecer melhor no Passo 2), serão parte integrante do trabalho final.

O que DEFINITIVAMENTE não aparece em um projeto de pesquisa é a parte do TCC chamada de Desenvolvimento, onde estarão os resultados, discussões e análises produzidas pela sua pesquisa.

Aliás, se você quiser saber mais sobre Resultados e Discussão, dá uma olhada em outro artigo aqui do Blog: Como Fazer Resultados e Discussão no TCC.

E, para saber mais detalhes sobre a Estrutura Textual do projeto de pesquisa, continua comigo e vamos ao Passo 2.

PASSO 2 – A Estrutura Textual do projeto de pesquisa

Estrutura Textual do projeto de pesquisa

Assim como eu digo no vídeo deste artigo, o projeto de pesquisa tem 3 partes distintas: pré-textual (capa, folha de rosto, listas, sumário…), textual e pós-textual (referências bibliográficas, anexos e apêndices).

E também no vídeo, eu me dedico a explicar cada uma das partes da Estrutura Textual, que eu reproduzo aqui embaixo para que você possa consultar sempre que quiser ou mesmo copiar para sua utilização.

Estrutura Textual do Projeto:

  • Introdução – contextualização e apresentação do tema:

    • Breve histórico e evolução do tema.

  • Estrutura Básica:

    • Problema de pesquisa;

    • Objetivo geral;

    • Objetivos específicos.

  • Hipóteses (algumas instituições não exigem).

  • Justificativa.

  • Metodologia.

  • Referencial teórico (ou fundamentação teórica).

  • Cronograma.

E o grande insight (popularmente conhecido como o pulo do gato) é: vários elementos acima também estarão no seu trabalho final. Eles serão apenas ajustados ou realocados, mas eles estarão lá! 

E se você viu a Dica Bônus do final do vídeo, você sabe do que eu estou falando.

Mas a questão não é só a repetição dos elementos, mas também a principal ausência na Estrutura Textual do projeto de pesquisa: o Desenvolvimento! Ou seja os capítulos em que efetivamente são apresentados os Resultados e Análises do TCC.

Por que o Desenvolvimento não está no projeto? Porque ele ainda Não Existe! Simples assim.

Essa é justamente a parte a que você mais vai se dedicar quando estiver montando o seu trabalho final.

Porque, se você montar um projeto consistente, já terá a maior parte (ou toda a sua introdução) e também o seu referencial teórico.

E, para que tudo fique mais claro, eu vou apenas reforçar algumas explicações sobre cada elemento da Estrutura Textual e também apresentar os links para outros artigos aqui mesmo do Blog que tratam desses elementos com muito mais detalhes.

No caso do projeto de pesquisa, a introdução é apenas uma contextualização (salvo alguma exigência específica da sua instituição de ensino).

Mas o que é uma contextualização? É a apresentação do tema ao leitor do seu projeto.

E agora eu pergunto: quando você quer apresentar alguma coisa a alguém, o que você faz? O melhor caminho é conceituar e contar a história daquela coisa.

Então, para apresentar o seu tema, use conceitos, mostre como o tema se apresenta na realidade e, conte o breve histórico e mostre a evolução do tema ou assunto.

Isso se você já escolheu o tema do seu projeto e do seu TCC, claro. E se não escolheu, dá uma olhada neste outro artigo: como escolher o tema em 3 Passos Simples; para que você escolha um tema com as características certas.

E, principalmente, para não correr o risco de descobrir, no meio do seu trabalho, que o seu tema não é consistente. Porque isso é  muito Frustrante!

E, uma vez definido e apresentado o tema, você simplesmente vai para a PARTE MAIS IMPORTANTE DE QUALQUER PRODUÇÃO CIENTÍFICA: a Estrutura Básica. E o que é a chamada Estrutura Básica?

A Estrutura Básica é o conjunto formado por Problema de Pesquisa, mais Objetivo Geral e Objetivos Específicos.

Problema de Pesquisa + Objetivo Geral + Objetivos Específicos = Estrutura Básica

E por que a Estrutura Básica é tão importante para um projeto de pesquisa e também para o TCC (o trabalho final)? Porque ela simplesmente vai guiar toda a produção textual do seu trabalho.

Tudo o que você pesquisar e escrever no seu projeto e no seu TCC terá como foco: atender os objetivos e responder adequadamente o seu problema de pesquisa.

E como montar a Estrutura Básica e dar os primeiros passos firmes para um projeto aprovado? É isso que eu mostro neste outro artigo que também está aqui no blog: Como Começar e Acelerar o seu TCC.

E tem também um artigo muito interessante sobre o problema de pesquisa, que você pode acessar no link: O Problema de Pesquisa não precisa ser um Problema.

A Estrutura Básica sempre estará presente em um trabalho científico e acadêmico, já as Hipóteses podem ou não ser exigidas pela sua instituição de ensino no seu modelo de projeto.

E se elas forem exigidas, lembre-se, como eu digo no vídeo:

Hipóteses são afirmações sobre o seu tema ou problema de pesquisa que serão validadas ou refutadas ao longo do seu conteúdo.

Para usar um exemplo diferente do que está no vídeo, imagine que você esteja produzindo um trabalho sobre as atividades lúdicas no processo de ensino. Você pode ter duas hipóteses:

Hipótese afirmativa: As atividades lúdicas contribuem decisivamente para a otimização do processo de ensino.

Hipótese negativa: As atividades lúdicas não contribuem para a otimização do processo de ensino.

Qual hipótese é verdadeira? A sua pesquisa e o seu conteúdo dirão!

E o próximo passo da Estrutura é a Justificativa. Ou seja, a parte do projeto de pesquisa em que você demonstra a importância do seu tema e convence o seu leitor de que vale a pena investigar esse assunto, porque ele é impactante.

Como Fazer a Justificativa? Veja a técnica que eu mostro no artigo que está neste link: Justificativa e a Técnica do Roteiro de Consequências.

E agora chegamos, então, à Metodologia. E eu te mostro como montar a sua com base em 3 Passos Principais neste outro artigo: Metodologia em 3 Passos.

E em relação ao Referencial Teórico ou Fundamentação Teórica (é a mesma coisa), eu tenho dois artigos aqui do blog para te indicar:

Artigo 1: Pesquisar Referencial e Poupar Tempo

Artigo 2: 3 Exemplos de Fundamentação Teórica

E para fechar a Estrutura do Projeto de Pesquisa, temos o Cronograma. E mais produtivo do que falar sobre o cronograma, é te mostrar aqui um exemplo prático. 

A imagem abaixo é do Cronograma do meu Projeto do Mestrado:

Cronograma projeto de pesquisa

Agora um aviso muito importante!

A Estrutura de Projeto que eu te mostrei aqui é o modelo padrão, recomendado pela ABNT, mas isso não quer dizer que o modelo da sua instituição será exatamente igual.

Porque as faculdades tem a prerrogativa de promover ajustes na estrutura dos seus trabalhos científicos. 

Então, sempre verifique o manual de produção científica da sua instituição e confronte com o modelo padrão que você viu aqui. 

Mas uma coisa eu posso te garantir: alguns elementos podem não ser exigidos, a ordem pode mudar, mas, na essência, o projeto terá os elementos que você viu aqui e as técnicas para produzir o seu conteúdo podem ser utilizadas exatamente como eu te mostro aqui e nos links que eu recomendei ao longo deste artigo.

Dado o recado, podemos passar ao Passo 3.

PASSO 3 – Monte a sua Estrutura Básica (antes de qualquer outra coisa)

Eu digo, repito e reforço: antes de sair pesquisando referencial teórico ou mesmo de sair produzindo textos de maneira aleatória, a primeira coisa que você precisa fazer para montar um projeto de pesquisa digno de aprovação (e, por consequência, um TCC) é:

Montar a sua Estrutura Básica.

Não existe mágica ou atalho. A Estrutura Básica, com o problema de pesquisa, objetivo geral e objetivos específicos, direciona todo o conteúdo do projeto e do trabalho final. Portanto, ela é o seu GUIA! E deve ser a sua primeira preocupação.

E como montar a Estrutura Básica?

Como eu já mencionei, tem um artigo aqui mesmo no Blog que te mostra passo a passo. É só acessar o link: Como Começar e Acelerar o seu TCC

E agora o Passo 4.

PASSO 4 – Referencial Teórico ou Fundamentação Teórica

referencial teórico tcc

Como eu já mencionei aqui mesmo no artigo, este Blog tem dois conteúdos completos sobre pesquisa de referencial teórico e sobre a produção escrita do referencial teórico.

Então, se você tem dúvidas específicas sobre o referencial teórico, pode recorrer a esses dois outros artigos. Porque, neste artigo aqui, o que eu tenho de mais importante para te dizer é:

O Referencial Teórico do seu Projeto de Pesquisa PODE E DEVE ser utilizado no seu TCC (o trabalho final).

Então, capriche no referencial do projeto. Use fontes consistentes e monte um conteúdo robusto, porque você vai adiantar boa parte do seu trabalho final.

E o passo número 5…

PASSO 5 – Cronograma: seja Estratégico!

Eu já até coloquei um exemplo de Cronograma neste artigo, então, o passo 5 é apenas uma dica sobre o registro estratégico dos prazos.

Os alunos do TCC Sem Drama, ao aplicar as técnicas do nosso treinamento, conseguem agilizar (e muito!) as várias etapas de produção do projeto de pesquisa e do TCC.

Isso acontece porque as técnicas realmente aceleram as etapas e aumentam a produtividade enquanto diminuem a angústia e o desespero.

Basta ver todos os depoimentos de vários dos mais de 15 Mil Alunos Aprovados (números fechados no final de 2017) no nosso site oficial https://tccsemdrama.com.br/4-0/ ou nas nossas redes sociais.

Acontece que muitos orientadores, habituados ao sistema tradicional de ensino, desconfiam de produtividade.

Eles medem competência por tempo e não por resultados.

Então, ao preencher o seu Cronograma, seja estratégico e entregue ao seu orientador o que ele espera.

E mesmo que você tenha produzido uma parte do trabalho muito mais rápido do que o considerado prazo normal, registre um prazo maior no cronograma, apenas para evitar problemas e questionamentos.

Como eu digo sempre: SEJA ESTRATÉGICO!

E por último, eu queria apenas reforçar a DICA BÔNUS do vídeo:

A introdução do seu TCC (o trabalho final) será simplesmente a reunião, em um corpo de texto único, de alguns elementos do seu projeto de pesquisa, a saber: introdução do projeto (contextualização), estrutura básica, justificativa e metodologia.

Bom, agora que você já sabe como montar um projeto de pesquisa, pode aplicar o que acabou de aprender, mas, se tiver alguma dúvida específica ou quiser trocar uma ideia comigo, desce aí a sua barra de rolagem e deixa o Seu COMENTÁRIO.

Abraços. E eu te vejo do Lado dos Aprovados.

Amilton Quintela

Como Fazer um TCC Mais Rápido e Sem Desespero – 3 Dicas Poderosas

como fazer um tcc passo a passo em poucos dias

Como fazer um TCC mais Rápido? Como reduzir ou Eliminar de vez a angústia e o desespero?

Veja essas 3 Dicas Infalíveis que mais de 15 Mil Alunos Aprovados do TCC Sem Drama já usaram com Sucesso

Como fazer um TCC mais rápido, Amilton?” “Como eu faço para não ficar angustiado, Amilton?” “Como eu posso ser produtivo sem me deixar levar pelo desespero?”

De tanto ouvir essas perguntas, semestre após semestre, dos meus alunos de cursos presenciais e também do TCC Sem Drama, eu resolvi fazer um vídeo com 3 Dicas Infalíveis.

Então, preste atenção. E não me venha com teorizações e justificativas, porque o conhecimento que eu vou te mostrar aqui, se for realmente APLICADO, pode sim salvar a sua pele.

E por que eu digo isso com tanta convicção?

Porque eu já vi mais de 15 Mil Alunos do nosso Treinamento Online aplicando essas SIMPLES, mas IMPACTANTES mudanças e efetivamente aprendendo como fazer um TCC mais rápido e produtivo com base em NOVAS POSTURAS e Gestão Estratégica do Tempo.

Como eu sempre digo para os alunos do TCC Sem Drama, e também para os meus clientes em sessões de Coaching e Mentoring, mais de 75% do Sucesso em qualquer atividade que você pretende desenvolver (incluindo aí o TCC) estão diretamente relacionados ao seu COMPORTAMENTO e não com Conhecimento ou Competências Técnicas.

Isso quer dizer que, quando o assunto é como fazer um TCC, menos de 25% do sucesso dependem de conhecimentos e competências técnicas.

Você já viu alguém afundando em areia movediça? (Eu sinceramente espero que não!) Bom, a questão aqui não é a areia movediça em si, mas o fato de que a última coisa que alguém preso em areia movediça deve fazer é: CAIR NO DESESPERO E COMEÇAR A SE DEBATER.

Por que isso? Porque se a pessoa começa a se debater, ela apenas afunda com mais rapidez.

E por que eu estou te dizendo isso? Simples.

A questão é que os alunos que precisam fazer um TCC, sobretudo os que tem pouco tempo e prazos curtos (a maioria, na verdade), vivem situação semelhante a afundar em areia movediça e a última coisa que eles devem fazer é: DEIXAR O DESESPERO TOMAR CONTA.

Quando o assunto é como fazer um TCC e o desespero assume o controle, as consequências são duas:

  1. O aluno TRAVA!

  2. O aluno começa a repetir um discurso de vítima e assume o um comportamento autodestrutivo. Isso é Autossabotagem!

O comportamento de autossabotagem se manifesta em frases do tipo: “Eu não sei fazer…”; “Eu não consigo fazer…”; “É muito difícil…”

… Oh Dia! Oh Céus! Oh Azar!

Agora me responde:

Como fazer um TCC mais rápido e com foco se você repete o tempo todo que não sabe, que não consegue, que não é capaz e que é muito difícil?

E sabe o que é pior (e o que eu vou te dizer agora é Neurociência e não tem nada a ver com autoajuda ou lei da atração), cada vez que você repete uma dessas bobagens, seu cérebro começa a acreditar que elas são verdade.

Resultado? Você afunda cada vez mais rápido na areia movediça.

Mas não se preocupe. No vídeo abaixo, eu vou te jogar uma corda para te tirar da área movediça, mas é você quem decide se quer mesmo pegar a corda (aplicar as técnicas) e sair do sufoco.

Antes disso, deixa só eu deixar uma coisa bem clara. Quando eu mostro aos alunos como fazer um TCC e digo que o comportamento é responsável por mais de 75% do sucesso, eu não estou considerando que a parte técnica não seja importante.

Afinal, se isso fosse verdade, eu não teria, aqui mesmo no Blog do TCC Sem Drama, artigos que mostram a técnica para Começar o TCC do Jeito Certo, Como Fazer a Justificativa, Como Montar uma Introdução, Como Pesquisar Referencial Teórico e até Como Produzir uma Fundamentação Teórica.

Técnicas são importantes, claro! A questão é que, sem o comportamento certo, nenhuma técnica produzirá resultados.

Então, vamos às dicas:

Só para Otimizar o Conteúdo do vídeo, vamos a um resumo das dicas.

DICA 1

– A questão não é quanto tempo você tem, mas sim Como Você Usa o tempo que você tem.

Para aprender de vez como fazer um TCC de maneira mais rápida e produtiva, não se deixe cair na armadilha do: “Hoje eu não fiz nada…”; “Eu não encontrei nada…”; “Eu não consegui escrever nada…”

CHEGA!

Se você pesquisou e ainda não encontrou conteúdo; ou se você escreveu menos linhas do que pretendia… isso não quer dizer que você não trabalhou.

Por menor que seja o avanço, você já fez mais do que tinha antes!

O que eu estou te dizendo é: pare de se concentrar no problema, concentre-se na SOLUÇÃO!

Mas como fazer isso?

DICA 2

– Use a sua Inteligência Emocional.

Toda vez que um aluno me diz algo do tipo: “Eu SÓ FIZ a minha Estrutura Básica.”; eu sempre replico: “Você JÁ FEZ a sua Estrutura Básica.”; que, inclusive é a parte mais importante do TCC.

Inteligência emocional significa adotar uma postura positiva e comprometida diante dos desafios. Saber lidar com o stress como um estímulo e não uma ameaça.

E me corrige se eu estiver errado, mas fazer um TCC é um desafio, certo?!

Usar a sua inteligência emocional significa ver o copo meio cheio e não meio vazio.

Significa trocar lamentações, que não contribuem em nada e criam novos problemas, por Concentração, Foco e Ação.

E se você não acredita que isso pode ser um grande impulso de confiança e pode realmente impactar a sua produtividade, desculpe, mas você não vai mesmo descobrir como fazer um TCC mais rápido.

Por último, mas não menos importante:

DICA 3

– Como em tudo na vida, um TCC Aprovado também precisa de PLANEJAMENTO.

Pare de produzir de maneira aleatória e confusa. Direcione o seu texto. Monte a sua Estrutura Básica. E você pode ver como fazer isso aqui mesmo no Blog, no artigo: Como Começar o TCC do Jeito Certo.

Direcione o conteúdo do seu desenvolvimento construindo seus capítulos com base nos seus objetivos. Como fazer isso? Veja também aqui no Blog: O que Escrever nos Capítulos do TCC.

Em muitos momentos da vida, é preciso dar um passo para trás para dar vários passos para frente e aumentar a velocidade.

E é claro que isso também vale quando a questão é Como Fazer um TCC mais rápido.

Ah! E antes que eu termine este artigo, lembre-se da Dica Bônus mais do que especial para aprender como fazer o seu TCC mais rápido e sem angústia:

como fazer um tcc rápido

FIQUE ATENTO À SUA CURVA DE DESEMPENHO.

Ao invés de dedicar muitas horas contínuas para pesquisar ou produzir um volume grande de conteúdo, dedique poucas horas alternadas para cumprir metas específicas.

Ao invés de tirar 8 horas do sábado para produzir pouco e ficar frustrado, divida os seus esforços em 2 horas por dia durante 4 dias.

Ao invés de pesquisar (ou tentar pesquisar) todo o referencial de uma só vez, pesquise 2 artigos ou 2 autores realmente importantes para o seu tema.

Ao invés de escrever (ou tentar escrever) 10 páginas de uma vez, escreva página por página.

O raciocínio é simples:

+ INTENSIDADE = + Confiança = + Resultados = – Desespero

E, se você está preocupado em como fazer um TCC e ainda controlar os nervos, use as técnicas acima e, se elas não derem resultado, pode me cobrar aqui.

Um pouco mais abaixo a gente tem uma área de comentários. Então, fica à vontade para falar comigo.

E é claro que você não precisa só me cobrar. Se também gostou dos conteúdos, quer me contar Resultados Positivos ou quer tirar uma dúvida, use a nossa Área de Comentários.

Trocar ideia com os alunos é a parte mais recompensadora do TCC Sem Drama.

Abraços.

Amilton Quintela

 

Reconheça os Tipos de Orientadores de TCC e saiba lidar como seu.

Reconheça os Tipos de Orientadores de TCC e, principalmente, saiba como Lidar com o Seu Orientador!

 

Como Fazer um TCC sem Stress? A resposta envolve vários elementos, como postura, técnicas e planejamento (vários deles apresentados aqui mesmo no Blog do TCC Sem Drama)… mas tem mais um elemento do qual não dá para escapar: O Orientador! É importante reconhecer orientadores de TCC. 

Orientadores de TCC? Pense agora em um elemento comum a todos os tipos de TCC (artigos, monografias, relatórios, estudos de caso…). Pensou? Eu não sei você, mas eu  me lembro, quase que imediatamente, da figura do Orientador. 

E o seu orientador pode até ser daqueles que mais parece um fantasma, porque nunca aparece. Mas, acredite, ele existe. E ele pode ser um aliado na produção do seu trabalho ou… ele pode Dificultar Muito a Sua Vida!

E adivinha o que acontece com mais frequência? Infelizmente, nós temos orientadores de TCC que atrapalham do que ajudam.

tipos de orientadores de tcc

Mas a questão é: bom ou ruim, não dá para fugir do orientador. A aprovação (ou não) do seu TCC depende dele!

Então, além de todas as outras questões que envolvem a pergunta: “como fazer um TCC sem stress?”; você terá que lidar com o seu orientador.

Por que eu estou te dizendo tudo isso? Porque  você deve entender que a sua relação com o seu orientador pode ser decisiva na sua aprovação.

Por isso, é muito importante reconhecer os tipos de orientadores de TCC, para entender o comportamento do seu orientador e saber como lidar com ele.

Então, além de montar a sua Estrutura Básica, pesquisar e produzir o seu Referencial ou Fundamentação Teórica, os Capítulos e a Conclusão do seu TCC, você ainda terá que usar a sua Inteligência Emocional para lidar com o seu Orientador.

E sabe o que eu descobri ao longo de 10 anos orientando alunos e mostrando Como Fazer um TCC com mais produtividade e menos drama?

Existem diferentes tipos de orientadores de TCC.

E os alunos precisam ser estratégicos para lidar com esses diferentes tipos de orientadores de TCC com mais sabedoria e menos desespero.

Só no treinamento online do TCC Sem Drama, eu já orientei mais de 12 Mil Alunos Aprovados em um intervalo de 6 anos.

E foi reunindo informações e listando características dos orientadores relatadas por grande parte desses alunos, que eu fiz um vídeo com os Principais Tipos de Orientadores de TCC e, o mais importante:

Como você deve lidar com cada um deles para reduzir o stress e produzir mais e melhores resultados.

Então, aí está o vídeo com os Tipos de Orientadores de TCC (pelo menos os principais tipos):

Como eu mostro no vídeo, antes mesmo de reconhecer os diferentes tipos de orientadores de TCC e ver em que categoria o seu orientador se encaixa, existe uma regra fundamental:

Não confronte ou tente medir forças com o seu orientador! Você vai se queimar. E isso pode ser definitivo.

Então, lembre-se: seja sábio e estratégico.

E eu sei que, às vezes, diante de alguns comportamentos dos diferentes tipos de orientadores de TCC que eu listei no vídeo, é difícil manter a calma e a compostura.

Eu sei que, em alguns momentos, é preciso pedir a Deus paciência, porque, se você pedir força, é capaz de matar o orientador. Mas, calma! O seu objetivo é ser Aprovado e não preso.

Agora, se você foi abençoado com o ORIENTADOR SEM DRAMA, aproveite o momento para fazer uma prece e agradecer a Deus pela graça alcançada.

Mas se o seu orientador é um dos outros tipos que eu apresento no vídeo ou reúne um conjunto de características de mais de um tipo, vamos recapitular:

O Orientador Pavãoorientadores de tcc - pavão

Ele se acha. E isso não vai mudar. Então, não leve para o lado pessoal. Porque ele não menospreza você, ele menospreza a humanidade. 

Agora, uma notinha pessoal: é interessante ver como o Orientador Pavão murcha as asas quando é confrontado por um professor com mais Títulos e Representatividade acadêmica do que ele. Chega a ser engraçado.

E lembre-se: nutrir raiva ou rancor é tomar veneno e esperar que ele faça mal ao Pavão e não a você mesmo. E isso não é nada sábio.

E entre os diferentes tipos de orientadores de TCC, temos também o

Orientador Pelinhaorientadores de tcc - chato

Ele também pode ser chamado de orientador “zeloso”, “preocupado”, “engajado” ou só Chato para Ca… 

Se o seu orientador é desse tipo, tente evitar contato até que você realmente tenha algum conteúdo para mostrar ou uma dúvida específica para discutir.

Porque, em outras ocasiões, você vai apenas ouvir cobranças, muitas delas desnecessárias.

E agora o

Orientador Mestre dos Magosorientadores de tcc - mestre dos magos

Esse é o meu preferido, não pelos motivos certos, mas é que eu gosto do nome.

E se você já assistiu a algum episódio do desenho chamado A Caverna do Dragão, você conhece um anão careca que aparece do nada, dá dicas inúteis e depois desaparece. E ele ainda diz que é amigo da galera!

Ah! E se você nunca viu a Caverna do Dragão, dá um checada no Youtube. Deve ter alguns episódios por lá.

Como lidar com o Orientador Mestre dos Magos?  Não espere que ele te mostre o caminho de casa, ou melhor, o caminho da Aprovação.

Busque ajuda! Mas ajuda profissional. Alguém que realmente tem as competências que podem te direcionar. 

E por falar em ajuda profissional, se você quiser dar uma olhada no Treinamento Online do TCC Sem Drama, você é meu convidado VIP. Confere a nossa página oficial: tccsemdrama.com.br

E pelo Amor de Deus! Fuja das armadilhas que tem prejudicado centenas e centenas de alunos a cada semestre. Veja esse outro artigo aqui do Blog: como fazer um TCC a prova de falhas e Ofertas Enganosas.

E seguindo a lista de tipos de orientadores de TCC, nós também temos o

Orientador Traíraorientadores de tcc - Traíra

Muito cuidado com esse “espécime”. Por quê? Porque ele faz parecer que está tudo correndo bem.

Sempre diz que está tudo ok com as versões do trabalho que você encaminha para correção, mas… na versão final, ele encontra dezenas de erros (que ele mesmo não apontou antes).

Ou pode ser ainda pior. Ele deixa para apontar erros e expor o aluno na própria Banca de Avaliação. Esse é o verdadeiro amigo da onça.

Então, como você deve lidar com o Orientador Traíra? Mantenha registros dos contatos.

Principalmente de todos os contatos em que ele diz que está tudo certo e que o seu trabalho está caminhando bem. Olho Vivo!

E, na sequência, o

Orientador Traça –

orientadores de tcc - traça

Por que esse nome? Porque ele me lembra aqueles bichos que ficam nos armários “comendo” livros. Geralmente, é esse orientador quem diz coisas do tipo: “Pesquise TUDO o que existe sobre o tema.” Meu Deus!

O que fazer, então, sorria gentilmente, diga que vai seguir as instruções, mas, de fato, use as técnicas deste outro artigo do Blog para fazer suas pesquisas: como pesquisar referencial e ainda poupar tempo.

E, por fim, pelo menos nesta lista de tipos de orientadores de TCC, o

Orientador Perfumariaorientadores de tcc - perfumaria

Esse tipo de orientador dorme abraçado com uma coisinha chamada Formatação.

Por isso, ele está sempre mais preocupado com a forma do que com o conteúdo.

Então, como lidar com esse tipo de orientador. Pense justamente o contrário. Deixe o seu conteúdo muito robusto e, depois, preocupe-se com a formatação.

O seu orientador vai ficar meio chateadinho, mas o que importa é que você terá um conteúdo robusto para apresentar à banca.

E agora que você viu o conteúdo, diz aí: qual é o seu tipo de orientador?

Ou o seu orientador é uma mistura de tipos. Usa a nossa área de comentários para gente trocar uma ideia.

Talvez o seu orientador seja um tipo que eu ainda nem cataloguei, então, conta aí para mim!

Abraços.

Amilton Quintela

 

 

 

 

Monografia Pronta em 5 Passos. Comprovado!

Uma Monografia Pronta em 5 Passos?
Veja como isso é possível AGORA!

Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando!

Monografia Pronta em 5 Passos

Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Só para te dar uma referência, uma monografia pronta pode ter, em média, de 50 a 80 páginas (em algumas instituições o volume é menor, não desmaie ainda…), enquanto um artigo, tem, em média, de 10 a 20 páginas, no máximo!

Depois dessa, nem sei se a notícia boa vai ter tanto impacto assim… mas aí vai: FAZER UMA MONOGRAFIA PRONTA PODE SER UM PROCESSO DE APENAS 5 PASSOS SIMPLESFicou interessado? Então, continua comigo aqui. 

 

Outra boa notícia é que, assim como o artigo científico, a monografia, e todos os outros modelos de TCC, sempre tem uma mesma Estrutura Básica, e, em termos de desenvolvimento de conteúdo, são apenas 3 elementos básicos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão

E porque você sabe disso, não quer dizer que o seu próximo passo seja sair escrevendo sem rumo e sem direção qualquer um desses 3 elementos. É justamente por isso que você está vendo este artigo aqui, para não cometer erros básicos e cumprir as etapas do Roteiro Exato que pode levar ao desenvolvimento do seu trabalho, para que você tenha uma monografia  pronta com muito Menos Drama!

Neste artigo você vai encontrar:

  1. Passo 1: Monte a estrutura básica da monografia
  2. Passo 2: Faça a introdução da monografia
  3. Passo 3: Monografia pronta precisa de um roteiro
  4. Passo 4: É hora da introdução da monografia
  5. Passo 5: Escreva a monografia, coloque em prática

Vai haver a hora certa de produzir, agora, é hora de PLANEJAR e de entender os 5 Passos que vão te levar a uma monografia pronta.

Então, vamos aos primeiros 2 Passos. Dá uma olhada neste vídeo:

1º PASSO: Monte a estrutura básica da monografia

Não ouse começar a sua monografia por qualquer outra parte. O primeiro passo para ter uma monografia pronta com muito mais produtividade e muito menos stress é: MONTAR A SUA ESTRUTURA BÁSICA!

Problema de pesquisa, Objetivo Geral e Objetivos Específicos: essa é a estrutura de conteúdo que vai guiar toda a produção do seu texto, vai te  livrar de enrascadas e garantir que você permaneça no caminho certo para ter a sua monografia pronta e aprovada.

Você só começa a pesquisar referencial teórico e escrever o seu texto depois de montar a Estrutura Básica. Faz bem para a saúde da sua monografia pronta você se lembrar sempre disso.

2º PASSO: Faça a introdução da monografia 

Pode fazer a sua Introdução, tá liberado! Eu sei… eu sei… tem orientador que diz que você só deve montar a sua introdução no final do trabalho. Pois é, mas também tem orientador que também diz, logo depois que você apresenta o seu tema para ele: “Ótimo, pesquise tudo o que você puder encontrar sobre esse assunto.” sabe o que eu digo? Esse tipo de orientador só quer se ver livre  de você por algum tempo.

A introdução é uma espécie de esqueleto, de roteiro do conteúdo a ser produzido no desenvolvimento. Não é à toa que, além da própria Estrutura Básica (que você já viu neste artigo), ela tem a Justificativa e um parte chamada Estrutura de Capítulos! Mais direcionado do que isso é impossível! Fica ligado.

E agora, os 3 últimos passos. Mais um vídeo para você:

3º PASSO: Monografia pronta precisa de um roteiro 

Por mais que a monografia pronta seja um trabalho científico, ela é, em última instância, uma história contada para um público seleto e exigente. E como é que você garante a produção de uma boa história? A partir de um bom ROTEIRO, claro! Ou você nunca  viu um filme horrível com um excelente elenco? O elenco ajuda muito, claro. Mas nem o melhor ator do mundo salva um filme com um roteiro horroroso.

Não é à toa que, no Treinamento Online do TCC Sem Drama, uma das técnicas que eu mais reforço com os alunos é a Técnica de Roteirização dos Capítulos, ao lado da Técnica de Escrita ABCD

Tópicos específicos sobre o que será escrito em cada capítulo da sua monografia, ou seja, um ROTEIRO! Isso garante ordem à sua produção escrita, isso organiza os conteúdos, facilita colocar as ideias no papel, você não escreve sem saber por onde deve levar o seu texto, você monta um conteúdo com início, meio e fim e você garante a coesão e a consistência científicas que vão garantir a aprovação da sua monografia pronta. É muita garantia!!! Então, vê se não vacila, e FAZ OS SEUS ROTEIROS!

4º PASSO: É hora da introdução da monografia

Uma técnica ninja que eu aprendi com uma professora do meu Mestrado e que tem me garantido de 4 a 6 semanas de economia na produção dos meus trabalhos desde então. Você quer uma monografia pronta? E quer em menos tempo? Só comece a ler o seu referencial teórico quando já tiver os seus roteiros prontos. E desde a primeira leitura, já marque, grife, copie, destaque… enfim, faça como quiser, mas separe os conteúdos de citações que te interessarem já  destinados aos tópicos específicos que cada um deles vai ocupar na sua monografia pronta.

5º PASSO: Escreva a monografia, coloque em prática

Acho que ficou muito claro no vídeo, mas, se é preciso, eu repito: ESCREVE!!! Vamos para a Ação! Caso contrário, a sua monografia pronta não sairá da intenção. Ou você está esperando seu trabalho brotar por combustão instantânea? Não quero ser chato, mas isso não vai acontecer!

Agora, se antes de entrar em Ação, você tem algum dúvida ou quer trocar uma ideia comigo? Vai ser um prazer! Deixa o seu comentário aí mais embaixo na página. Basta descer a barra de rolagem e conversar comigo. Não existe comentário ou dúvida tola. Tolo é não tirar as dúvidas!

Abraços.

Amilton Quintela

 

 

 

 

TCC Pronto, TCC Pronto e Gratuito ou Fazer o Próprio TCC? Veja isso!


TCC Pronto e Gratuito? Sério mesmo? Você acredita em almoço de graça? Comprar um TCC Pronto? Fazer o Próprio TCC? Você ainda tem dúvidas como essas? Você PRECISA ver este Artigo com Urgência!

Neste artigo você encontrará:
  1. TCC Pronto e Gratuito
  2. Comprar TCC Pronto

 É só me corrigir se eu estiver errado, mas as pessoas Adoram Atalhos, certo? O problema é que, muitas vezes, ATALHOS São ARMADILHAS DISFARÇADAS. Então, se você quer Fugir das Armadilhas e quer saber a Verdade sobre TCC Pronto, TCC Pronto e Gratuito e por que fazer o Próprio TCC? Este texto é para você.

 

Há mais de 8 anos, eu me dedico, diariamente, a Ajudar os Alunos que Precisam Fazer um TCC.  Só para você ter uma ideia, eu respondo cerca de 150 e-mails por dia! E dedico a maior parte das minhas horas diárias de trabalho a tirar dúvidas, analisar conteúdos, direcionar argumentos, sugerir mudanças e melhorias em trabalhos acadêmicos. E ao longo de todo esse tempo, tem duas coisas que eu repito com uma frequência absurda:

Ninguém precisa sofrer para fazer o próprio TCC;

NÃO EXISTE MÁGICA!

Quando eu digo que não existe mágica, o que eu quero dizer é que não existe fórmula fantasiosa ou alguma ilusão (por mais bem embalada que ela seja) que realmente funciona. Eu me refiro a coisas do tipo: software que faz o TCC por você, TCC pronto, TCC pronto e gratuito (essa é a melhor piada de todas!), trabalhos pré-elaborados ou qualquer outra baboseira do gênero: tá pronto! Pega aqui.

Aqui mesmo no Blog eu já falei sobre os riscos que o aluno corre ao comprar um trabalho pronto. Dá uma olhada: Comprar TCC Pronto é uma Cilada

E sabe o que é mais maluco? Se você fizer uma pesquisa rápida na internet, você vai se deparar com vários retornos do tipo: tcc pronto pedagogia, tcc pronto gratuito, tcc pronto administração, tcc pronto direito, tcc pronto pdf… e por aí vai… Agora a pergunta é (e não se ofenda, por favor): tem Otário escrito na sua testa? Se não tem, NÃO clique sobre links como esses.  Agora, se você quer perder tempo ou passar raiva, fica à vontade.

tcc pronto

Vamos por partes.

Farsa número 1: TCC Pronto e Gratuito

Se você já passou da fase de acreditar em Papai Noel, Coelhinho da Páscoa e outros personagens similares, não acredite nessa bobagem. TCC pronto e Gratuito NÃO existe! Deixa eu te contar um detalhe básico da sociedade capitalista: não existe almoço de graça. Conhecimento, quando é bom e realmente gera resultados, tem valor. E custa Caro! Se existe um trabalho disponível na internet, que alguém diz que você pode usar de graça, de duas uma: ele foi ROUBADO (é isso mesmo, roubado!) de alguém ou ele é uma Porcaria! E acontece muito do trabalho ser as duas coisas, ou seja, uma Porcaria Roubada.

Desculpa os termos, mas eu não costumo mascarar a realidade. A internet está cheia de oportunistas que pegam trabalhos alheios e distribuem como se eles não tivessem autores. Muitos desses trabalhos já foram apresentadas em bancas de avaliação e alguns deles até publicados. Já pensou que “legal” entregar um trabalho na sua faculdade e ser gentilmente comunicado de que esse trabalho já existe e que o seu TCC pronto e gratuito, que você pensou que era um achado, na verdade, é uma cópia roubada? E, portanto, você não só está REPROVADO como passa a ser cúmplice de um crime?! É isso mesmo, um crime. Porque existe uma coisinha chamada Propriedade Intelectual. E, quando você intercepta um conteúdo roubado, você está desrespeitando a Propriedade Intelectual desse conteúdo, que foi produzido por outra pessoa.

Bem desagradável, não é? Eu não sei quanto a você, mas eu prefiro evitar situações como essas.

E ainda tem aqueles caras que dizem que escreveram o conteúdo e estão simplesmente disponibilizando de graça. Espera aí! Alguém parou para produzir um conteúdo, dedicou horas de pesquisa e esforço intelectual, e, de repente, por um senso incontido de solidariedade e caridade cristã, resolveu disponibilizar o próprio conteúdo na internet, como um TCC pronto e gratuito, para ser usado por quem quiser? Ah, qual é! Para cima de mim! Sem comentários.

Ah! E ainda tem a farsa em pílulas! É isso mesmo! TCC pronto e gratuito em pedaços! Ou seja, ao invés de disponibilizar os conteúdos completos, esses espíritos caridosos (também conhecidos como ladrõezinhos mequetrefes) jogam na internet apenas os pedaços roubados de outros trabalhos. Introdução gratuita, Justificativa gratuita, Fundamentação Teórica ou Resultados e Discussão gratuitos… e tem gente que acredita nisso! Jesus!

Farsa número 2: Comprar TCC Pronto

Eu acho sinceramente uma lástima que, em um país que sofre tanto com a corrupção quanto o Brasil, tantos alunos considerem realmente lícito comprar um TCC pronto e nem mesmo considerem que há algo muito errado nisso. Mas eu nem vou usar aqui o argumento da ética, dos valores e dos princípios, porque eles realmente não afetam gente desonesta.

Mas, se você é uma pessoa honesta que, por uma questão de desespero, chegou a considerar a possibilidade de comprar um TCC pronto (e isso é absolutamente compreensível para quem vive um momento de angústia), eu vou usar um único argumento, de caráter muito, mas muito prático: mais de 70% dos trabalhos prontos, comprados pela internet ou outros meios, SÃO REPROVADOS. 

Eu não inventei isso. Esses dados são estatísticos. Eu já presenciei, pessoalmente, mais de 100 alunos Sumariamente Reprovados em Bancas de Avaliação porque compraram trabalhos prontos. 

É verdade que vender um trabalho pronto faz mais sentido (sob o ponto de vista do negócio) do que disponibilizar um TCC pronto e gratuito (o que é absolutamente sem noção), mas, nem por isso, deixa de ser uma Tremenda Armadilha.

E por que você deve fazer o seu Próprio TCC? Antes que você desista de ler o final do artigo porque imagina que lá vem algum sermão ou aqueles argumentos batidinhos do mérito e do crescimento pessoal e profissional, dá uma chance a esse humilde professor e vê o que eu realmente tenho para te dizer.

Para te convencer que fazer o seu próprio TCC – e não comprar um TCC pronto (que vai te garantir 70% de chance de reprovação) ou, pior ainda, procurar um TCC pronto e gratuito (que ilusão) – é o melhor caminho que você pode escolher, eu poderia usar os mesmos velhos e batidos argumentos, como: fazer o TCC é uma oportunidade de aplicar os conhecimentos que você adquiriu ao longo do seu curso; fazer o TCC pode ser uma oportunidade para que você discuta um assunto que pode impactar a sua vida profissional… e por aí vai.

E eu não estou dizendo que esses argumentos sejam furados. Muito pelo contrário! Eu conheço pessoalmente algumas dezenas de alunos que efetivamente mudaram sua vida profissional e alcançaram situações econômicas e sociais muito mais interessantes a partir da elaboração de um projeto de TCC que acabou sendo utilizado na prática. É o Poder do Conhecimento!

Mas o fato é que eu vou utilizar um argumento muito mais pragmático e objetivo:

FAZER O SEU PRÓPRIO TCC, MESMO QUE VOCÊ, A PRINCÍPIO, NÃO SE SINTA CAPAZ DE FAZER UM BOM TRABALHO (e a culpa por se sentir assim não é sua! Veja isso: a mentira que te venderam), É SIMPLESMENTE O CAMINHO QUE TE GARANTE AS MAIORES CHANCES DE APROVAÇÃO!

Para ficar ainda mais claro, quer Aumentar suas Chances de ser Aprovado? Não recorra a um TCC pronto ou a um TCC pronto e gratuito (que você já sabe que nem existe!). FAÇA VOCÊ MESMO!

E aí você vai me dizer: “… mas, Amilton, é muito difícil! Dá muito trabalho! Eu não sei o que fazer!

E eu vou dizer: é difícil, dá trabalho… se você ainda está usando o método tradicional. Se você ainda está comprando a mentira que é o modelo tradicional de orientação (eu realmente recomendo que você também veja isso: A Culpa não é Sua), com certeza você vai ter dificuldades. Mas eu posso te dizer do alto da experiência de mais de 8 anos auxiliando alunos e tendo participado da Aprovação de mais de 10.700 estudantes: enfrentar as dificuldades de fazer um TCC ainda é uma alternativa muito mais eficaz e garantida do que comprar um trabalho pronto ou tentar encontrar um TCC pronto e gratuito.

E a boa notícia é: SOFRER NÃO É OBRIGATÓRIO. É uma questão de escolha!

“Como assim, Amilton?!”

Eu explico. Existe uma Alternativa! Existe uma forma de Fazer o seu TCC Sem Ter que Sofrer para ter Resultados. É possível sim Fazer um TCC Mais Rápido, Mais Fácil e com a certeza de estar no caminho certo.

COMO? Fugindo do modelo tradicional de orientação. Aplicando as mesmas Técnicas Simples e Impactantes que já ajudaram mais de 10.700 alunos Aprovados no Brasil, em Angola, Portugal, Canadá e até no Japão! Usando o método que vai acelerar e simplificar a elaboração do seu TCC.

Que método é esse? Cara, onde você estava nos últimos 5 anos que você ainda não conhece o TCC SEM DRAMA?

tcc-sem-drama-como-fazer-um-tcc-passo-a-passo-premiumO TCC Sem Drama é um método tão Simples e Funcional que, além de te livrar da armadilha de comprar um trabalho ou procurar um TCC pronto e gratuito, vai te mostrar Como Fazer o seu TCC em 7 Passos!

Já imaginou isso? Um método baseado em 7 Passos Simples, que podem fazer toda a diferença no desenvolvimento do seu TCC? Eu sei que parece bom demais para ser verdade, mas os 10.700 alunos Aprovados que já usaram o método não estão nem um pouco arrependidos por terem dado uma chance ao novo!

Se você tem alguma dúvida ou quer trocar uma ideia comigo, desce aí a sua barra de rolagem e deixa o seu comentário neste artigo. Vai ser um prazer te responder.

E eu te vejo do Lado dos Aprovados.

Abraços.

Amilton Quintela

 

 

Artigo Científico Pronto em 5 Passos. Comprovado!

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui.


artigo científico pronto

Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. 

Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão.

E, antes que você comece a escrever sem direção simplesmente porque você está com pressa, comece a pesquisar referencial teórico que nem um maluco perdido, ou simplesmente pegue um exemplo de Artigo Científico para servir de base para a sua produção (e eu não estou dizendo que pegar um exemplo não seja bom, mas tem a hora certa para isso!)… PARA TUDO! Respira. PLANEJA.

artigo científico pronto

E, para começar o seu planejamento do jeito certo, dá uma olhada no primeiro vídeo abaixo. Ele vai te explicar o que é um artigo científico e já vai te mostrar os 2 Primeiros Passos para um Artigo Científico Pronto:

Passo 1 – Estrutura Básica (sempre comece por aqui!). Você vai entender porque ter um Tema Delimitado, Problema de Pesquisa e Objetivos Claros é fundamental para todas as outras partes do desenvolvimento de um Artigo Científico Pronto.

Passo 2 – Reúna os elementos e monte a sua Introdução! Seu orientador disse que a Introdução deve ser feita por último? Finge que você acreditou, mas monte a sua Introdução AGORA! Por que isso é importante para montar um Artigo Científico pronto mais Rápido e Fácil? Veja no vídeo:


E então, o que você achou do conteúdo do vídeo? Se quiser, pode descer a barra de rolagem do seu computador e deixar o seu Comentário lá no final da página. Isso é muito importante para mim. E talvez seja a parte de que eu mais gosto no TCC Sem Drama: trocar ideias com as pessoas.

Mas, antes de deixar o seu Comentário ou Dúvida, talvez você queira ver os outros 3 Passos para deixar o seu Artigo Científico Pronto. Então, vamos lá! Mais um vídeo rápido, onde você vai ver:

– Passo 3 – Roteirize os seus capítulos! Montar roteiros em tópicos para os seus capítulos é uma técnica fundamental para acelerar o seu trabalho, deixar o seu artigo científico pronto e não se perder na produção escrita ou ter aquele velho probleminha: “não saber como colocar as ideias no papel…” Roteiros garantem uma ORDEM à apresentação do seu texto. Por que você acha que alguns filmes com orçamentos milionários e atores excelentes ainda conseguem ser uma m… tá bom, vai, uma bosta! ROTEIROS RUINS! Então, acerte no roteiro do seu TCC e monte um artigo científico pronto com qualidade para ser Aprovado.

– Passo 4 – leia o referencial já separando os conteúdos. Essa técnica me poupou mais de 4 semanas de trabalho na elaboração do referencial teórico (ou fundamentação teórica) da minha Dissertação de Mestrado!

– Passo 5? Assiste ao vídeo:

Bom, agora que você viu o que é o artigo científico e como fazer o seu trabalho, com base em 5 Passos para deixar o Seu Artigo Científico Pronto, é hora de APLICAR as Técnicas! Afinal, conhecimento que não é Aplicado é desperdício. Mas, se você ainda tem alguma Dúvida Específica ou quer fazer um Comentário, fica à vontade! Vai ser um prazer trocar ideias com você.

Abraços.

Amilton Quintela

 

Como fazer TCC se você tem Pouco Tempo?! Veja os 5 Passos Comprovados!

O seu Prazo está Curto? Muito Curto mesmo? Calma. Isso pode ser uma boa notícia. Oi?! É isso mesmo, não se apavore e veja os 5 Passos que te mostram Como Fazer TCC se o seu Prazo é Muito Curto.

como-fazer-tcc-sem-drama

A cena se repete (várias e várias vezes) ao final de cada semestre letivo. Um aluno grita o meu nome no corredor da faculdade, ou o contato chega por e-mail, ou pelo WhatsApp do TCC Sem Drama (se você é aluno do nosso Treinamento Online, você tem esse número. E se é aluno e não tem, é só pedir!). E a frase é sempre a mesma (com pequenas variações e alguns palavrões de vez em quando): “… o que eu faço? Eu preciso entregar o TCC e o meu prazo é muito curto!…”

A minha primeira resposta sempre costuma deixar os alunos em Choque: “… seu prazo está curto? Que ótimo!” 

E se você também achou estranho, calma. Você vai entender daqui a pouco.

Neste artigo, entre outras coisas, eu vou te mostrar, como eu já fiz para mais de 12 Mil Alunos Aprovados que passaram pelo TCC Sem Drama nos últimos 6 anos, que ter um prazo curto NÃO É uma sentença de morte.

Começar o TCC cedo é bom, mas NÃO É Decisivo. E um prazo curto pode ser um grande amigo da sua produtividade!

E como eu posso te afirmar isso com tanta convicção?

como fazer tcc e monografia em pouco tempo

Que tal o fato de que dezenas de alunos do TCC Sem Drama produziram trabalhos completos, partindo do zero, em intervalos de 10 dias? 
E nós já tivemos alunos que concluíram monografias e artigos em 7 dias. E três recordistas absolutos que produziram artigos científicos em 4 dias!

Além de explicar aos alunos Desesperados e Perdidos que um prazo curto pode até ser bom, eu recomendo uma sequência de 5 Passos que mostram Como Fazer TCC quando você está com a corda no pescoço. E é isso que eu vou te mostrar também neste artigo. Então, se o seu Prazo é Curto, este conteúdo aqui é para você mesmo.

Os 5 Passos são:

  1. Assuma uma Postura Produtiva para fazer seu TCC;

  2. É importante que na hora de fazer o TCC você Estabeleça Etapas de Rápida Execução;

  3. Monte a sua Estrutura Básica do seu TCC;

  4. Selecione Informações importantes para o seu TCC;

  5. Evite (a todo custo) as comparações com o TCC de colegas.

Vamos ao Passo número 1: assumir uma postura produtiva. 

Se você realmente quer aprender Como Fazer TCC de uma maneira Rápida e Objetiva, a primeira dica é: assuma um Comportamento que vai te levar ao Sucesso e não um comportamento que vai te autossabotar!

E o que eu estou te dizendo não é nenhum tipo de auto-ajuda ou lei da atração. Além de orientador de trabalhos acadêmicos, eu também sou Consultor para Desenvolvimento Pessoal e Alto Desempenho (alguns chamam de Coach, eu prefiro Mentor) e posso te dizer do alto de milhares de horas acumuladas de consultoria:

Mais de 75% do seu Sucesso, em qualquer atividade específica que você se proponha a fazer, dependem do seu Comportamento e Postura.

Menos de 25% ficam a cargo dos conhecimentos e competências técnicas.

Você duvida?

Então, como você me explica aquele aluno de notas excelentes, que simplesmente não consegue desenvolver o TCC?

Eu esbarro com vários desses alunos todo semestre. Pessoas tecnicamente excelentes, mas que não sabem como fazer TCC simplesmente porque assumem a postura errada!

Assim como alguém que está afundando em areia movediça, se você assume a postura errada e começa a se debater desesperado, você vai apenas afundar cada vez mais. CUIDADO!

Assumir a Postura Correta, ou a chamada Postura Produtiva, significa ver o momento de stress como desafio e não como ameaça, parar de se lamentar e repetir coisas do tipo: “eu não consigo…”, “… eu não sei…”, “… não vai dar tempo…”

Cada vez que você repete uma dessas bobagens, você está gerando dois efeitos: 1. Desperdiçando tempo que poderia ser usado para produção; 2. Convencendo seu cérebro de que essas bobagens são verdadeiras, e é aí que você TRAVA de vez!

Não se engane! A questão aqui é saber Como Fazer TCC mais rápido e eu posso te dizer com a convicção de quem já auxiliou milhares de alunos aprovados: o primeiro passo é mudar a sua postura. Assumir um Comportamento Positivo e Produtivo. Caso contrário, nenhuma técnica que eu possa te ensinar vai produzir efeito.

Passo 2 (e agora nós vamos falar de prazos): estabeleça Etapas de Rápida Execução 

como fazer o tcc sem drama funciona - curso

Outra coisa que eu posso te dizer com toda a convicção sobre como fazer TCC em um prazo muito curto é: não pense no trabalho completo!

Pensar que você tem que escrever 20, 40 ou 80 páginas é angustiante e frustrante. É como subir em uma esteira na academia e ficar o tempo todo pensando que você tem que vai passar ali os próximos 30 minutos da sua vida, ao invés de se distrair com outra coisa enquanto o tempo passa e você caminha ou corre.

Há algum tempo, um dos meus mentores me disse duas frases das quais eu nunca me esqueço:

“Tempo demais atrapalha!”

“Nós desperdiçamos tempo na medida em que o temos em abundância.”

Veja no vídeo abaixo como isso funciona:

Em um outro projeto online que eu mantenho, o High Achievers, e em dezenas de consultorias que eu prestei a profissionais de diferentes áreas, eu repeti o experimento que eu menciono no vídeo acima. Eu seleciono duas pessoas em um ambiente de trabalho e dou a elas a mesma tarefa. Mas os prazos de execução são diferentes.

Uma pessoa tem uma semana para fazer a tarefa, enquanto a outra tem 20 dias, por exemplo (os prazos podem variar). Em mais de 98% dos casos, as pessoas com prazos curtos entregam a tarefa realizada com um nível de qualidade bom ou excelente. Já as pessoas com prazos mais dilatados, adivinha… pedem prorrogação do tempo para a entrega da tarefa, porque ela ainda não está concluída.

Seres humanos são, por natureza, PROCRASTINADORES! Eles adiam as ações e decisões realmente importantes, e desperdiçam tempo à medida que o tem em abundância.

É por isso que toda vez que alguém me pergunta: “Amilton, como organizar o meu tempo para fazer o meu TCC?” Eu respondo: ENCURTE OS PRAZOS!

Pare de tentar visualizar o seu TCC completo e pronto. Essa imagem é abstrata e não pode ser alcançada agora. Isso torna o processo angustiante. Pare de se preocupar com o todo e, para aprender de vez como fazer TCC mais rápido, pense nas partes!

“Quebre” o seu TCC em várias Etapas de Rápida Execução. Ao invés de 8 horas de um sábado para produzir o máximo que você pode (e esse máximo costuma ser bem pouco!), use 2 horas ao longo de 4 dias para realizar metas curtas, específicas e direcionadas: montar o problema de pesquisa, escrever a justificativa, encontrar dois autores referenciais…

A primeira boa notícia é: se eu já digo a quem tem prazos longos para Encurtar os Prazos, se o seu Prazo já está Curto, você não tem mais opções, a não ser trocar lamentação por produtividade e entender que tempo e resultados não são sinônimos.

E mesmo para pessoas que tem apenas alguns dias para produzir o trabalho e não podem abrir mão de trabalhar ao longo de um sábado, por exemplo, na produção do TCC, eu indico Etapas de Curta Duração, Intervalos, e novas Etapas de Curta Duração. Se você tentar produzir de forma contínua e sem interrupções estratégicas, sua produtividade vai cair muito!

Defina prazos curtos e cumpra!

E só passe à próxima etapa depois de finalizar a anterior (aliás, antes disso, nem pense nas próximas etapas). O resultado de todo esse processo é um círculo virtuoso de realização, que vai te deixando cada vez mais empolgado, ou melhor, aliviado, e cada vez mais confiante.

Passo 3: monte a sua Estrutura Básica

Aqui mesmo no Blog do TCC Sem Drama, eu publiquei um post que trata apenas da Estrutura Básica do TCC, onde eu mostro Como Começar o TCC do Jeito Certo e Acelerar o seu trabalho.

Alguns alunos mal definem o Tema do TCC e dão início ao trabalho:

  • Pesquisando referencial teórico. ERRADO!
  • Escrevendo resumo ou introdução. ERRADO!

Só existe uma ÚNICA FORMA de Começar o TCC do jeito certo. Se você quer mesmo saber Como Fazer TCC mais Rápido, a resposta é: Monte a sua Estrutura Básica.

Ou seja, delimite o seu tema, monte o seu Problema de Pesquisa (a questão específica que vai direcionar toda a produção do seu trabalho), estabeleça o seu Objetivo Geral e os Objetivos Específicos.

ESTRUTURA BÁSICA = TEMA DELIMITADO + PROBLEMA DE PESQUISA + OBJETIVO GERAL + OBJETIVOS ESPECÍFICOS

ESTRUTURA BÁSICA CONSISTENTE = TCC APROVADO!

É matemática simples.

E se você quer saber como fazer TCC montando cada um dos elementos da Estrutura Básica, eu recomendo que você visite o nosso outro artigo sobre o assunto. Basta clicar no link: A Estrutura Básica do TCC

Não existe atalho ou mágica! Para saber como fazer TCC em prazo muito curto, corre para montar a sua Estrutura Básica.

A Estrutura Básica é tão importante, que ela é, junto com a Justificativa e a Metodologia, um elemento central no próprio corpo de texto da Introdução do seu TCC.

Depois de montar a Estrutura Básica, aí sim, você pode se dedicar, de forma Muito Mais Produtiva, a pesquisar e montar Referencial Teórico ou Fundamentação Teórica (como algumas faculdades chamam). Aliás, como seu Prazo Está Curto, para acelerar a pesquisa e produção do seu referencial teórico, dá uma olhada nestes dois outros artigos aqui do Blog:  pesquisar referencial teórico e poupar tempo; 3 exemplos de fundamentação teórica.

Passo 4: Selecione Informações

Penúltimo passo para aprender Como Fazer TCC se o seu prazo está curto, Muito Curto!

Assim como Tempo Demais Pode Atrapalhar, Informação Demais também Atrapalha!

Quando um aluno me procura e diz: “Professor, eu já tenho um monte de material de pesquisa a respeito do meu tema.”; qual seria a reação normal? Parabenizar o aluno, certo?

Acontece que, no meu caso, a primeira reação é pensar (e eu me seguro para não falar): “Que bosta!”

Não me entenda mal. De repente, você tem um monte de material sobre o seu assunto. E, de repente, seus referenciais são mesmo relevantes. Mas, na maioria das vezes, o aluno tem um monte de referências desconexas, geralmente acumuladas a partir da definição do tema do trabalho e não da montagem da Estrutura Básica. E o grande problema é:

Quando você está diante de muita informação, a sua capacidade de processar esse conteúdo torna-se cada vez menor.

Entenda melhor esse processo no vídeo abaixo:

É simples. Um grande volume de informação dispersa a atenção. E a atenção dispersa diminui a capacidade de interpretar e utilizar a informação de maneira estratégica.

E nem adianta ficar com raiva de mim. Não fui eu quem inventou isso. Isso é Neurociência!

Fique com raiva daquele orientador que te pede para pesquisar “Tudo o que existe…” sobre o tema que você mal acabou de definir para o seu TCC. Esse orientador sim, está te ajudando a criar problemas e obstáculos para o desenvolvimento do seu trabalho.

Se a questão é saber como fazer tcc mais rápido, lembre-se: SELECIONE INFORMAÇÕES!

Monte a sua Estrutura Básica. Só depois comece a pesquisar referencial. E, para pesquisar, use a estratégia do artigo: Pesquisar Referencial Teórico e ainda Poupar Tempo.

E para usar o seu referencial no seu texto sem ficar perdido entre todos os conteúdos que você pesquisou, veja esta Técnica Ninja que uma professora do meu Mestrado me ensinou:

Passo 5: Evite (a todo custo) as comparações

Escuta (ou melhor, lê) com atenção o que eu tenho para te dizer: sempre vai haver alguém mais desgraçado do que você. E, nesse caso, é até bom você conhecer a realidade do outro para se sentir menos miserável. Por outro lado, também sempre há alguém em melhor situação do que a sua.

Sempre vai haver aquele seu colega que já está finalizando o TCC ou preparando a apresentação enquanto você ainda nem começou a sua introdução. E, nesse caso, ao comparar as situações, você pode ter duas reações básicas: um surto (até certo ponto justificável, mas lembre-se, foi você quem procrastinou, então, não transfira a responsabilidade) de inveja;  ou você pode se sentir compelido a pedir umas dicas. NÃO FAÇA UMA COISA NEM OUTRA!

Só porque o trabalho do seu colega está adiantado não significa que ele esteja bom. Além disso, para você descobrir como fazer TCC de forma mais rápida e produtiva, você deve se concentrar no Seu Trabalho!

Mantenha o FOCO! E evite comparações.

Comparações são como lamentações. Não ajudam e desperdiçam tempo precioso. Eu já vi muitos alunos perdendo tempo com comparações, e realmente não gostaria que isso acontecesse com você.

Você é o Único Responsável pelo seu Sucesso!

Então não transfira responsabilidades para a sua instituição, orientador, colegas ou quem quer que seja. Seu prazo já está curto, seu tempo é precioso, então, é hora de aplicar os passos que você viu neste artigo.

Assuma uma Postura Positiva e Engajada -> Monte suas Etapas de Rápida Execução -> MONTE SUA ESTRUTURA BÁSICA -> Selecione Informações -> Concentre-se na sua produção

Sabe qual é a única forma dessa sequência de passos não funcionar? Se você Não Aplicar as informações (e isso quem me diz são os alunos do  treinamento online do TCC Sem Drama).

E se você gostou das informações e do conteúdo deste artigo, ou se tem algum dúvida específica ou quer trocar uma ideia diretamente comigo, usa aí a nossa área de Comentários (basta descer a barra de rolagem) e deixa a sua mensagem.

E se quiser conhecer o treinamento online que já auxiliou mais de 12 Mil Alunos nos últimos 6 anos, e ainda contar com o Meu Acompanhamento e Orientação Online, dá uma conferida na nossa página oficial: https://tccsemdrama.com.br/4-0/

Abraços.

Amilton Quintela

As 5 maiores MENTIRAS que te contaram sobre Como Fazer TCC Passo a Passo… e você acreditou!

como fazer tcc passo a passo
“Como fazer TCC? Iiihhh… é muito difícil… você vai ter que abrir mão da sua vida social… esquece as festas… você vai precisar de muito tempo… tem que saber tudo sobre o seu tema…” 

Com certeza, você já ouviu alguma dessas bobagens aí de cima. É hora de DESMASCARAR as 5 Maiores Mentiras que te contaram sobre Como Fazer TCC Passo a Passo

Está pronto para fazer uma limpeza na sua mente e no seu coração? Quer saber a verdade sobre Como Fazer TCC Passo a Passo, sem se deixar levar pelo terrorismo barato que cerca esse assunto. Então, vem comigo!

Eu já orientei mais de 12 Mil Alunos Aprovados nos últimos 6 anos, através do treinamento online do TCC Sem Dramawww.tccsemdrama.com.br; eu já impactei mais de 3 Milhões de Alunos através dos vídeos do TCC Sem Drama no Youtube. Eu oriento alunos há mais de 9 anos… e tem uma coisa que eu posso te dizer sobre Como Fazer TCC Passo a Passo: muita gente anda mentindo para você!

Em primeiro lugar, como eu digo sempre aos meus alunos, quando o assunto é Como Fazer TCC Passo a Passo, todo mundo tem opinião. E muito pouco gente tem embasamento.

Eu comparo um aluno que precisa descobrir como fazer TCC a uma mulher grávida. Ele vai ouvir conselhos de todo mundo. E deve desconsiderar a maioria deles. Porque a maioria desses conselhos serve apenas para “tocar o terror!”. E muito poucos servem realmente para ajudar.

A verdade é que o TCC está mergulhado em um contexto de terrorismo!

Mas, como o TCC Sem Drama é diferente. Eu vou na contramão: ao invés do terrorismo, eu decidi Pregar a Paz!

como fazer tcc passo a passo

Então, eu listei as 5 maiores MENTIRAS que te contaram (ou ainda vão contar) sobre Como Fazer TCC Passo a Passo e vou te mostrar porque você não deve acreditar em nenhuma delas!

Vamos à lista das Mentiras:

1. TCC é muito difícil;

2. Para fazer o TCC, você vai ter que abrir mão do seu tempo livre e da sua vida social;

3. Para fazer o TCC, você tem que saber TUDO sobre o seu tema;

4. TCC só serve para atrapalhar sua formatura e a sua vida;

5. Você precisa de muito tempo para fazer o TCC, então, comece o mais cedo possível.

Agora, veja porque você não deve acreditar em nenhuma dessas mentiras. Basta assistir ao vídeo abaixo:

E agora vamos listar as Verdades sobre Como Fazer TCC Passo a Passo:

1. TCC não é difícil. Ele é trabalhoso. E são coisas Absolutamente Diferentes. Eu tenho mais de 12 Mil Alunos Aprovados no www.tccsemdrama.com.br que podem confirmar o que eu estou dizendo. O trabalho não pode ser eliminado, mas Sofrimento é Opcional!

2. Para fazer o TCC, você NÃO vai ter que abrir mão do seu tempo livre e da sua vida social. Eu não abro mão do meu tempo livre para produzir os meus trabalhos científicos (e eu sou professor, e preciso produzir com frequência). Os alunos do TCC Sem Drama não abrem mão de finais de semana e noites de sono para fazer o TCC. Veja alguns dos depoimentos dos nossos alunos em outro artigo aqui do Blog: depoimentos de Sucesso dos Alunos TCC Sem Drama.

3. Você NÃO tem que saber tudo sobre o seu tema. Aliás, informação demais costuma atrapalhar. Eu já mostrei isso em um outro artigo aqui do Blog, dá uma olhada: informação demais só atrapalha.

4. O TCC pode abrir caminhos para o Desenvolvimento Pessoal e Profissional. Mais de 2 Mil Alunos me relataram como o TCC foi fundamental para alavancar suas carreiras!

5. Começar cedo é interessante, mas Não é Decisivo.

Eu sei que, a princípio, o que eu digo parece bom demais para ser verdade. Mas, quando os alunos do TCC Sem Drama começaram a me contar que, utilizando as técnicas do treinamento, alguns deles fizeram o TCC em 7 ou até 4 dias! Eu comecei a ter ainda mais convicção de que todo o Terror associado ao TCC é uma grande Mentira. 

Uma tentativa de valorizar o conhecimento e, infelizmente, em muitos casos, tirar o aluno do centro do processo de aprendizagem e colocar instituições ou professores (é lamentável… mas acontece!).

Vamos por partes. Difícil é algo que exige EXTREMO esforço ou é INACESSÍVEL. Portanto, você não pode classificar algo como difícil simplesmente porque dá trabalho fazer. Difícil mesmo é quando você não sabe o que fazer. E a verdade é que poucos alunos sabem exatamente Como Fazer TCC Passo a Passo.

Acontece que, quando você descobre O QUE E COMO FAZER TCC, como eu mostro no TCC Sem Drama, as coisas ficam mais Claras, Simples e Direcionadas.

como fazer tcc passo a passo

Aí, se você não quiser ter nenhum trabalho, eu realmente não posso te ajudar, mas, se você Quer Eliminar o Sofrimento, eu te encontro do lado dos aprovadoshttps://tccsemdrama.com.br/4-0/

Outra coisa que eu preciso te contar é: a maioria dos alunos que chega ao TCC Sem Drama sempre diz que “não tem tempo para nada!”. Quase todos os meus alunos estudam, trabalham, tem família, uma rotina para lá de puxada e, quando chegam ao treinamento, não sabem nem por onde começar o TCC. Aliás, se o seu problema é Como Começar o TCC, dá uma olhada neste outro artigo: Como Começar o TCC do jeito certo e Acelerar o seu trabalho.

Eu sou professor e a minha profissão exige que eu publique trabalhos com frequência e eu não sacrifico o meu tempo livre para isso. Porque eu Aplico todas as técnicas que eu ensino no TCC Sem Drama. Os mais de 12 Mil Alunos Aprovados que eu tive oportunidade de acompanhar nos últimos 12 anos também não abriram mão de noites de sono e finais de semana.

Eles aprenderam a seguir um Cronograma baseado em Etapas de Rápida Execução. E aprenderam que a questão não é a quantidade de tempo que você dedica ao TCC, mas sim o Desempenho que as técnicas certas podem proporcionar em pouco tempo.

Acelerar a produção do TCC tem a ver com Foco e Concentração e não com Sacrifício!

Alguns orientadores, assim que você define o seu tema, pedem que você pesquise tudo o que puder encontrar sobre aquele tema. NÃO FAÇA ISSO! 

Você não tem que saber tudo sobre o tema. Ninguém sabe absolutamente tudo sobre um determinado assunto, por mais especialista que a pessoa seja. Se você quer saber como fazer TCC Passo a Passo com produtividade, antes de pesquisar referencial teórico, monte a sua Estrutura Básica. Concentre sua pesquisa apenas no que é necessário para atender os Objetivos da sua pesquisa e montar o seu Referencial Teórico.

Informação demais costuma atrapalhar!

Quando você tem muita informação, sua capacidade de processar os conteúdos tende a diminuir. Resultado: mais esforço e menos produção. Fuja dessa armadilha!

Vamos ser sinceros: a maior parte das pessoas quer saber Como Fazer TCC Passo a Passo para ficar logo livre do trabalho e poder comemorar a formatura. E é um direito que as pessoas tem. Aqui não cabe nenhum julgamento. Foi também pensando no alívio das pessoas e em ajudá-las a conquistar os seus objetivos que eu criei o TCC Sem Drama.

Aliás, se você quer fazer o TCC apenas para ficar logo livre dessa etapa da sua vida acadêmica, os conteúdos do TCC Sem Drama também foram pensados para você.

Por outro lado, existem pessoas que querem descobrir Como Fazer TCC Passo a Passo porque sabem que esse trabalho pode sim ter impacto pessoal e profissional nas suas vidas.

Eu tenho depoimentos de mais de 2 Mil Alunos (veja depoimentos de sucesso na nossa Página Oficial) que já disseram que o TCC foi muito importante para o direcionamento das suas carreiras, para que eles pudessem tomar decisões, aproveitar oportunidades profissionais e alcançar destaque. E isso me deixa muito feliz! 

Então, o fato é que você pode apenas querer ficar livre do seu TCC (e eu estou aqui para te ajudar), mas dizer que ele não tem nenhuma importância e que só serve para atrapalhar a sua vida é um exagero e não corresponde à verdade.

Por último, mas não menos importante: começar o TCC cedo é importante, mas está longe de ser decisivo.

A maioria dos alunos do TCC Sem Drama tem pouquíssimo tempo e precisam aprender como fazer TCC Passo a Passo em um prazo muito curto. E os resultados desses alunos mostram que começar é cedo é bom, mas ter um prazo curto não é garantia de derrota.

O tempo é parecido com a informação. Quando temos muito tempo, começamos a desperdiçá-lo em abundância.

Acho que a coisa mais importante que eu aprendi com os mais de 12 Mil Alunos Aprovados que eu acompanhei nos últimos 6 anos, é que: com as técnicas certas e com engajamento, compromisso e APLICAÇÃO efetiva dessas técnicas, é possível fazer o TCC em muito pouco tempo.

Vários alunos já me reportaram a produção de um TCC completo em 7 Dias! E o que dizer do Cleso Firmino? Ele fez o TCC em 4 Dias!

Ah! Eu costumo produzir muito conteúdo para o Youtube e aqui mesmo para o Blog. Mas, por um compromisso com os meus alunos (as pessoas que apostaram no meu método), a técnica ABCD, que o Cleso menciona no vídeo, é exclusiva do nosso treinamento online.

É claro que eu não posso te dizer em quanto tempo você fará o seu TCC, porque isso depende mais de você do que de qualquer método ou instrução. Mas eu posso te garantir, com base em exemplos (e contra fatos não há argumentos), que as Técnicas Certas podem Acelerar Muito o desenvolvimento do seu TCC.

Certa vez um aluno me disse que só existe uma forma das técnicas do TCC não funcionarem: se o aluno Não Aplicar as técnicas. E como eu sempre digo, o TCC Sem Drama mostra o caminho. Cabe ao aluno caminhar. Mas eu caminho ao lado de cada um dos meus alunos.

Para finalizar, eu só queria reforçar: não acredite em tudo o que te dizem sobre o TCC. E, principalmente, se você está com dificuldades de produzir o seu trabalho, eu posso afirmar que A Culpa Não é Sua!

E se você quer aprender definitivamente Como Fazer TCC Passo a Passo, não dê ouvidos aos conselhos da arquibancada. Escute apenas quem já entrou no campo e tem resultados para mostrar.

E se você tem alguma dúvida específica ou quer trocar uma ideia comigo, deixa o seu Comentário aí embaixo. Basta descer a barra de rolagem e deixar o seu recado.

Abraços. Amilton Quintela

Como Começar o TCC do Jeito Certo e Acelerar o seu trabalho

Como Começar o TCC? Só há um jeito certo!
Se você quer Realmente Iniciar e Acelerar o seu TCC, veja isso:

Você quer realmente descobrir como começar o seu TCC, acelerar o seu trabalho e evitar surpresas DESagradáveis ao longo do desenvolvimento do seu conteúdo? Não importa se o seu TCC é uma monografia, um artigo científico, um relatório de pesquisa, um estudo de caso ou qualquer outro modelo de trabalho acadêmico, você acaba de chegar ao lugar certo para tirar as suas dúvidas e dar um início produtivo ao seu trabalho. Então, vamos lá!

Você já se perguntou por que uma enorme quantidade de alunos não sabe Como Começar o TCC e não consegue dar os primeiros passos para iniciar o seu trabalho? Ou por que muitos alunos definem um tema e depois não conseguem produzir conteúdo a respeito do assunto que escolheram?

A verdade é que a maioria esmagadora dos alunos Começa o TCC do Jeito Errado!

Por isso mesmo, eu não vou começar este artigo te dizendo como começar o TCC, mas sim te dizendo como Não começar o TCC. Por quê? Porque eu quero te livrar de duas grandes roubadas. Evitar que você cometa um dos dois erros da maioria dos alunos que precisa desenvolver o trabalho, mas não sabe, ainda, como começar o TCC.

Erro número 1:

Você escolhe um tema, um assunto para o seu trabalho (e se você não escolheu o seu tema ainda, pode dar uma olhada neste artigo: Escolha do Tema em 3 Passos Simples), e corre orgulhoso para contar ao seu orientador que você já sabe sobre o que você quer pesquisar. Então, você escuta a célebre frase (ou alguma variação semelhante): “Ótimo! Esse é o seu tema? Então, agora, procure todo o referencial teórico que você puder encontrar sobre esse assunto. E depois me procure novamente.”

NÃO OBEDEÇA! Não perca seu tempo de uma maneira tão tola e improdutiva.

Temas são assuntos amplos. Antes de começar a pesquisar referencial ou produzir qualquer conteúdo, é preciso delimitar o tema. Aliás, é preciso mais do que isso para começar o TCC do jeito certo, mas eu te conto já já. 

E não se preocupe, vai chegar o momento certo de pesquisar referencial teórico e montar o texto da sua fundamentação teórica, mas agora não é hora de fazer isso. Respire fundo e continue a ler para aprender como começar o TCC da forma que vai te garantir mais produtividade e resultados. Mas só continue se você não tem medo da verdade…

Quando um orientador pede para que o aluno encontre TUDO o que puder sobre um tema amplo e ainda não delimitado, o que esse (des)orientador realmente quer dizer é: “Passe um tempo fazendo uma pesquisa improdutiva, acumulando conteúdo que você provavelmente não vai utilizar e depois me procure. Assim, eu consigo ficar livre de você por algum tempo.”

E é claro que, estrategicamente, você jamais vai acusar o seu orientador de te enviar para uma pesquisa inglória e inútil. Seja esperto! Você escuta, concorda, mas, antes de começar a procurar o referencial teórico do seu TCC, você vai montar a ESTRUTURA BÁSICA do seu trabalho. Daqui a pouco eu te digo o que é isso, mas, antes…

Erro número 2:

Você não sabe como começar o TCC e está angustiado porque acredita que já deveria estar produzindo o seu conteúdo, afinal, alguns colegas seus já escreveram muito (mas quem disse que eles escreveram com qualidade?! Comparar a sua produção com a dos seus colegas também é um erro e um convite ao desespero desnecessário!).

Diante dessa situação, você está muito propenso a cometer o ERRO nº 2: começar a escrever (qualquer coisa: a introdução, o resumo do trabalho, a metodologia, justificativa…) antes de montar a ESTRUTURA BÁSICA do seu TCC. E é aí que você pode começar a cavar a própria cova (eu sei que é um jeito pesado de dizer, mas eu faço isso para evitar que você cometa esse erro tão comum!).

A esta altura, já ficou claro que o Caminho para começar o TCC do jeito certo é montar a Estrutura Básica! Mas o que é isso? E como você pode montar a SUA Estrutura Básica?

É exatamente isso que você vai ver no vídeo que está logo abaixo.

Aqui mesmo no Blog, para mostrar aos alunos como começar o TCC e acelerar a produção do trabalho, eu já publiquei artigos que tratam dos elementos da Estrutura Básica, de forma separada. Então, aqui no Blog você pode encontrar artigos sobre: escolha do tema, problema de pesquisa e objetivos (que são a base do desenvolvimento do conteúdo do TCC).

Mas, para facilitar a sua vida, eu decidi reunir todos esses elementos em um único vídeo. Dá só uma olhada e descubra, definitivamente, como começar o TCC do jeito certo:

Entendeu? O quê? Os exemplos não são da sua Área de Conhecimento ou não estão relacionados com o seu tema e por isso você não conseguiu atender e não pode aplicar a técnica?

Hum… eu não sei não, mas acho que você sofre de Miopia de Conteúdo e precisa de tratamento rápido. Então, veja isso: por que você não consegue aplicar as técnicas e como vencer este bloqueio.

Eu não sei se você percebeu, mas, no vídeo, eu montei exemplos de áreas que não são a minha.

E por que eu consigo fazer isso? Porque eu vejo os modelos para compreender a Estrutura, independente do conteúdo. Assim, eu posso adaptar o mesmo modelo ou técnica a qualquer situação.

E é justamente isso que você também deve fazer:

Entender a Estrutura dos Modelos e APLICAR AS TÉCNICAS! Afinal, loucura é querer resultados diferentes fazendo sempre tudo igual ou não fazendo nada.

Como você viu no vídeo (e se ainda não viu, sobe aí e assiste tudo!), a Estrutura Básica é o Passo ZERO para quem ainda não sabe como começar o TCC. É a Estrutura Básica que direciona a produção de conteúdo de todo o trabalho, afinal, são os seus elementos que definem o que vai aparecer ao longo dos capítulos do TCC, sejam esses capítulos conceituais ou técnicos. 

Capítulos conceituais são aqueles que apresentam os conteúdos-chave do TCC, como o capítulo de fundamentação teórica ou referencial teórico, por exemplo; enquanto os capítulos técnicos são aqueles onde você apresenta e discute os resultados da sua pesquisa. Aliás, se a sua dificuldade é apresentar e discutir os resultados, veja este outro artigo do Blog: Aprenda como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC.

Mas, se você ainda está tentando entender como começar o TCC, qualquer outra preocupação que não esteja relacionada à sua Estrutura Básica, pode ser deixada para depois.

E, para montar a Estrutura Básica, você precisa definir:

Com a sua Estrutura Básica montada, você não só passa a saber como começar o TCC, como você também passa a ter em mãos um Roteiro Que Direciona a construção de todo o seu conteúdo.

E eu acredito que o seu orientador até tenha te falado sobre a Estrutura Básica, ou, pelo menos, sobre os elementos isolados, como problema de pesquisa e objetivos. Mas a maioria dos professores não orienta os alunos quanto à real importância dessa Estrutura, como ela pode ser decisiva para o Sucesso do TCC e como ela deve ser montada logo no início do trabalho. Além disso, 

Boa parte dos orientadores não costuma mostrar a Estrutura Básica como eu fiz no vídeo, em detalhes e com exemplos.

Tão certo quanto o fato de que, se você se sente incapaz de fazer o seu TCC, a Culpa Não é Sua, são os números que comprovam a eficácia da Estrutura Básica como o caminho para começar o TCC do jeito certo.

100% dos Alunos Aprovados que utilizaram as técnicas do Treinamento Online do TCC Sem Drama nos últimos 6 anos, começaram seus trabalhos pela Estrutura Básica. Eu estou falando de mais de 12 MIL PESSOAS!

Alguns alunos chegaram ao treinamento PERDIDOS e já haviam começado os seus trabalhos do jeito errado. Mas se prontificaram a montar uma Estrutura Básica e começaram a direcionar os seus esforços e alcançar resultados surpreendentes. E se você quer ouvir as histórias pelos próprios alunos, veja alguns depoimentos em: Depoimentos REAIS de Sucesso.

Agora que você já sabe Como Começar o TCC do jeito certo, você já pode pelo menos tentar esboçar a sua Estrutura Básica e acelerar o seu TCC, montando o Roteiro que vai orientar o desenvolvimento dos seus conteúdos para depois partir para pesquisa de referencial e produção de texto.

Essas ciladas de pesquisar referencial antes da hora ou sair escrevendo sem rumo não te pegam mais!

E, se você já sabe como começar o TCC, também tem capacidade para desenvolver o seu próprio trabalho sem cair em outra armadilha, como, por exemplo, acreditar em promessas de softwares que “fazem” o TCC (Pelo Amor de Deus!) ou comprar um trabalho pronto. Aliás, comprar um TCC pronto, não só é criminoso e antiético, como é uma tremenda roubada. Veja o risco que você corre aqui: comprar TCC é uma cilada maior do que você imagina!

Ah! E se você tem que fazer um artigo científico e quer ver os próximos passos, acesse: Artigo Científico Pronto em 5 Passos!

O quê? Você tem que fazer uma monografia? Veja isso: Monografia Pronta em 5 Passos.

Bom, agora que você sabe como começar o TCC, pode aplicar o que acabou de aprender, mas, se tiver alguma dúvida específica ou quiser trocar uma ideia comigo, desce aí a sua barra de rolagem e deixa o Seu COMENTÁRIO.

Não esqueça de compartilhar com os seus amigos este artigo em que eu ensino como começar o TCC passo a passo.

Abraços. E eu te vejo do Lado dos Aprovados.

Amilton Quintela

Conclusão do TCC em 3 Passos

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples!

como fazer a conclusão do tcc

Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça!

Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o TCC Sem Drama e acompanha os meus conteúdos, você já sabe que há uma enorme chance das minhas opiniões serem absolutamente opostas às dos seus professores.  Com todo respeito, claro!

Agora, me diz uma coisa, e seja sincero: você acha mesmo fundamental uma parte do trabalho que simplesmente repete, de maneira resumida, partes anteriores? Fala sério!

A Conclusão do TCC pode ter todas as boas intenções do mundo, mas o que ela realmente faz é repetir (de forma resumida, como eu disse) o que você já escreveu antes! Duvida? 

Quando eu te mostrar os 3 Passos para montar a sua conclusão do TCC e te mostrar um exemplo (ainda neste artigo), eu acho que você vai concordar comigo.

Em primeiro lugar, eu preciso te dar os Parabéns! Afinal, se você não é um cidadão do mundo bizarro, onde tudo é ao contrário, se você está lendo este artigo e escrevendo a Conclusão do TCC, isso quer dizer que você já passou pela Estrutura Básica, Introdução, Fundamentação Teórica e Desenvolvimento. Show de bola!

E se você é aluno do nosso treinamento online ou se acompanha os conteúdos aqui do Blog ou do nosso Canal do Youtube, eu aposto que passou pelas etapas acima de forma mais direcionada, rápida e com menos stress.

Ah! E não importa se você está escrevendo um artigo (já viu nosso post que mostra como fazer o artigo em 5 Passos?) ou uma monografia (já viu nosso post que mostra como fazer a monografia em 5 Passos?) ou qualquer outro tipo de trabalho científico e acadêmico, as dicas a seguir podem ser aplicadas na conclusão do TCC, de qualquer TCC!

Então, vamos ao que interessa! Vamos aos 3 Passos que compõem a conclusão do TCC.

PASSO 1: Reforce a importância do seu estudo! (De novo?)

Lembra quando você escreveu a sua justificativa? Se você ainda não escreveu, eu recomendo que você veja isso: Como Fazer a Justificativa do TCC – a técnica do Roteiro de Consequências. Mas, partindo do princípio de que a sua justificativa já está pronta, agora você vai fazer algo muito parecido. Basicamente, reforçar a importância do seu estudo, os impactos que ele é capaz de promover para sua área de conhecimento ou para uma realidade específica, como um grupo social ou uma organização, por exemplo.

Diga (NESTA SEQUÊNCIA!) porque o seu trabalho é importante para você. Depois para o seu curso ou área de estudo. Depois para um contexto específico. Pense nos impactos do seu estudo e do que ele pode gerar como consequências… você está vendo a semelhança brutal com a justificativa? É como eu digo, repetição!

É claro que, na conclusão do TCC, você não vai escrever um texto idêntico ao da justificativa (você já estava pensando nisso, não é mesmo?). Você vai escrever com outras palavras. Ah! E tem um detalhe importante. Quando você escreveu a justificativa, você ainda não havia produzido todo o trabalho e desenvolvido toda a pesquisa, por isso, agora, na conclusão do TCC, você pode ter informações a acrescentar, que surgiram à medida que você produziu o seu conteúdo.

Uma vez reforçada a importância do seu trabalho para você, para a sua vida, para o seu curso, para a realidade acadêmica, para um contexto social restrito ou amplo, para o mundo e para o universo (essa parte é exagero, claro, a não ser que você esteja falando de temas como a fome no mundo, aquecimento global, conflitos mundiais ou algo do gênero), agora é o momento de passar para o 2º Passo da conclusão do TCC.

PASSO 2: Destaque os principais resultados da pesquisa! (De novo?)

Se você está produzindo a conclusão do TCC, você montou o conteúdo de desenvolvimento do seu TCC, você obviamente apresentou os resultados da sua pesquisa (seja ela bibliográfica ou de campo) e analisou esses resultados. O quê? Você não fez isso? Pára tudo! Acho que é hora de você dar uma olhada neste artigo: Como Fazer os Resultados e Discussão.

Mas veja bem, eu disse: os PRINCIPAIS. Ou seja, você precisa selecionar, entre os seus resultados, aqueles que são mais relevantes para repetir (de forma muito mais resumida e sucinta, claro!) na conclusão do TCC.

É repetitivo? Sem dúvida! Eu disse que seria. A conclusão do TCC, é, de modo geral, uma retomada do conteúdo anterior do TCC, incluindo o passo 1: importância do trabalho e o passo 2: destaque dos principais resultados da pesquisa.

Vou tentar ser ainda mais claro:

O que você precisa para montar 2 das 3 partes da conclusão do TCC está no próprio TCC, nas partes de Justificativa e Desenvolvimento.

conclusão do tcc

Acho que não dá para ser mais direto e claro do que isso… mas isso não me impede de tentar, é por isso que, ao final deste artigo, eu vou escrever um modelo comentado e resumido de conclusão, só para você visualizar o que eu estou falando. Modelos são muito esclarecedores! É por isso que no Treinamento Online do TCC Sem Drama, nós temos mais de 50 Modelos Comentados de TCCs Aprovados.

Mas, antes do modelo, vamos ao 3º Passo.

PASSO 3: Que tal sugerir novas abordagens de pesquisa? (Enfim… não é repetição!)

Finalmente, uma parte da conclusão do TCC que não é repetitiva. E, na verdade, nem é obrigatória. Mas posso te dizer uma coisa? Os orientadores costumam dar muito valor a essa parte. Então, é melhor incluí-la na conclusão do TCC.

E o que seria essa 3ª parte? Simplesmente sugerir novas linhas de pesquisa para o seu tema. Pense em novas situações de pesquisa e novas abordagens para o assunto do seu TCC. De repente, ao longo da produção do seu conteúdo, você pensou, em algum momento: “Poxa… seria interessante que alguém pesquisasse isso ou aquilo…” Se você pensou algo desse tipo, dê a sugestão agora!

Se não pensou, pense agora. Existem outros caminhos de pesquisa que podem ser associados ao seu tema ou assunto?

Por exemplo, se você estudou os efeitos da educação inclusiva sobre os alunos, não seria interessante sugerir que alguém pesquisasse esses efeitos tomando por base a família dos alunos ou os gestores escolares?

Percebeu? Novas linhas de pesquisa.

E pode ficar tranquilo. Na conclusão do seu TCC, você só precisa sugerir. Não precisa desenvolver a nova abordagem. (Acabo de ouvir um UFA!… saindo dos seus lábios…)

E, para Fechar com Chave de Ouro, vamos a um modelo de conclusão do TCC que aplica os 3 Passos que você acabou de ver até aqui.

Eu sou Administrador, Consultor em Desenvolvimento Humano, Professor de Marketing Digital… mas o meu exemplo trata de impactos dos transtornos mentais. Hein?

É isso mesmo, eu vou escrever (neste momento… é claro que você vai ler depois, mas eu juro que eu escrevi o conteúdo do zero) a respeito de um assunto que não é da minha área (ou áreas) de conhecimento. Calma. Você já vai entender porquê.

Eu tive algum contato com esse assunto específico porque estou orientando, através do Treinamento Online do TCC Sem Drama, uma aluna de Pós-graduação que está morando na Espanha (Barcelona! Chique, não?!) e que está desenvolvendo o seu trabalho sobre os impactos dos transtornos mentais.

Então, eu tive a ideia de escrever sobre esse assunto para provar 2 coisas:

  1. Que modelos devem ser compreendidos na sua estrutura e não no seu conteúdo;
  2. Que essa história de que você não consegue reproduzir uma técnica porque você não entendeu o modelo simplesmente porque ele trata de um assunto diferente do seu é uma BOBAGEM.

Quando você está diante de um modelo, preste atenção na estrutura da argumentação. Ou seja, no modo como os blocos de informações e ideias foram apresentados. É ISSO QUE IMPORTA! Compreendendo a estrutura do modelo a seguir, você pode aplicá-la a qualquer conclusão do TCC, ou melhor, de qualquer TCC, independente do assunto escolhido para o trabalho.

Então, segura aí que lá vai o modelo (perceba a ESTRUTURA!):

Conclusão do TCC – modelo – Passo 1 (a importância do trabalho):

Produzir o presente trabalho de pesquisa foi de suma importância para ampliar os conhecimentos do autor sobre tema tão presente na realidade profissional de sua área de estudo (a importância para mim – o autor, no caso, percebeu?). Discutir aspectos relacionados aos impactos sociais, notadamente no contexto familiar das pessoas que sofrem de transtornos mentais severos (leve retomada do tema, percebeu?), é muito relevante para a compreensão do ambiente que cerca o paciente e troca com este influências diretas.

Os estigmas gerados pela condição da pessoa acometida por um transtorno mental estendem seus reflexos não só sobre o próprio paciente, mas também sobre aqueles que com ele convivem. Desse modo, entender as variáveis que podem impactar esse cenário social, pode ser muito útil para o desenvolvimento de páticas sistêmicas e integradoras de tratamento, que, numa perspectiva mais ampla, considere não só as ações terapêuticas e medicamentosas que afetam o próprio paciente, mas também ações de conscientização que englobem parentes e amigos próximos. Assim, reforça-se a importância do assunto apresentado neste trabalho não só para os pacientes que sofrem de transtornos mentais, mas também para os seus familiares e amigos, assim como para os profissionais de saúde que se dedicam ao seu tratamento. (Percebeu como eu parto da importância do tema para o autor e passo pelos vários grupos e contextos afetados pelo assunto do TCC? Isso é um belo início de uma conclusão do TCC e pode facilmente ser reproduzido, a partir da mesma estrutura, para o seu assunto. Basta você tentar!)

Obs.: É claro que os trechos em preto são realmente o conteúdo que eu acabo de produzir e os textos em vermelho e itálico não apareceriam nessa suposta conclusão do TCC, afinal, são apenas os meus comentários para te situar quanto à estrutura de produção do texto.

Conclusão do TCC – modelo – Passo 2 (os principais resultados):

Partindo do objetivo de analisar os impactos sociais que recaem sobre os parentes e pessoas próximas dos pacientes que sofrem de transtorno mentais (retomada do objetivo geral do trabalho, para deixar claro que ele foi atendido… segue o fluxo…), verificou-se que um aspecto muito relevante é a extensão dos estigmas e do isolamento social que acomete o paciente também às pessoas que são responsáveis diretas pelos seus cuidados. Observou-se uma intensificação do impacto dos estigmas em relação aos filhos dos paciente, sobretudo aqueles que estão na infância ou adolescência e que sofrem em seu contexto escolar, a partir de um comportamento muitas vezes hostil dos seus colegas.

Não se trata apenas de uma mudança de condução das tarefas cotidianas, mas todo um quadro de desgaste e tensão que acompanham as pessoas que convivem diretamente com os pacientes acometidos de doenças mentais. Por isso, conclui-se que é altamente recomendável, inclusive para aumento das taxas de eficácia dos diferentes tratamentos, incluir entre as ações terapêuticas e medicamentosas, um auxílio psicológico e acompanhamento direto dos parentes e amigos dos pacientes que sofrem com transtornos mentais, com potencial de ganhos na efetividade do tratamento e redução das tensões que tal condição produz. (Aqui estão os principais resultados do conteúdo do trabalho. É claro que, ao longo dos capítulos do TCC, todos esses elementos são tratados com mais detalhes e há outros resultados apresentados e analisados. Mas, na conclusão do TCC, você só precisa reforçar, de maneira sucinta, os Principais Resultados.)

Conclusão do TCC – modelo – Passo 3 (sugestão de novas pesquisas):

Para finalizar, a partir dos conteúdos desenvolvidos para este trabalho, é possível notar que os impactos sociais dos transtornos mentais envolvem diferentes aspectos, que ensejam a possibilidade de novas linhas de pesquisa sobre o mesmo tema. É possível, por exemplo, confrontar os resultados do presente estudo com pesquisas aplicadas a transtornos mentais específicos. É possível, ainda, concentrar as pesquisas em grupos específicos, como os filhos ou pais dos pacientes que manifestam os transtornos mentais. (Simples e direto! Aí estão mais duas possibilidades de abordagens para pesquisas correlatas relacionadas ao tema do trabalho.)

E agora, só para que você tenha o modelo completo, sem os comentários, aí está a conclusão do TCC para você tomar como referência:

Produzir o presente trabalho de pesquisa foi de suma importância para ampliar os conhecimentos do autor sobre tema tão presente na realidade profissional de sua área de estudo. Discutir aspectos relacionados aos impactos sociais, notadamente no contexto familiar das pessoas que sofrem de transtornos mentais severos, é muito relevante para a compreensão do ambiente que cerca o paciente e troca com este influências diretas.

Os estigmas gerados pela condição da pessoa acometida por um transtorno mental estendem seus reflexos não só sobre o próprio paciente, mas também sobre aqueles que com ele convivem. Desse modo, entender as variáveis que podem impactar esse cenário social, pode ser muito útil para o desenvolvimento de páticas sistêmicas e integradoras de tratamento, que, numa perspectiva mais ampla, considere não só as ações terapêuticas e medicamentosas que afetam o próprio paciente, mas também ações de conscientização que englobem parentes e amigos próximos. Assim, reforça-se a importância do assunto apresentado neste trabalho não só para os pacientes que sofrem de transtornos mentais, mas também para os seus familiares e amigos, assim como para os profissionais de saúde que se dedicam ao seu tratamento. 

Partindo do objetivo de analisar os impactos sociais que recaem sobre os parentes e pessoas próximas dos pacientes que sofrem de transtorno mentais, verificou-se que um aspecto muito relevante é a extensão dos estigmas e do isolamento social que acomete o paciente também às pessoas que são responsáveis diretas pelos seus cuidados. Observou-se uma intensificação do impacto dos estigmas em relação aos filhos dos paciente, sobretudo aqueles que estão na infância ou adolescência e que sofrem em seu contexto escolar, a partir de um comportamento muitas vezes hostil dos seus colegas.

Não se trata apenas de uma mudança de condução das tarefas cotidianas, mas todo um quadro de desgaste e tensão que acompanham as pessoas que convivem diretamente com os pacientes acometidos de doenças mentais. Por isso, conclui-se que é altamente recomendável, inclusive para aumento das taxas de eficácia dos diferentes tratamentos, incluir entre as ações terapêuticas e medicamentosas, um auxílio psicológico e acompanhamento direto dos parentes e amigos dos pacientes que sofrem com transtornos mentais, com potencial de ganhos na efetividade do tratamento e redução das tensões que tal condição produz.

Para finalizar, a partir dos conteúdos desenvolvidos para este trabalho, é possível notar que os impactos sociais dos transtornos mentais envolvem diferentes aspectos, que ensejam a possibilidade de novas linhas de pesquisa sobre o mesmo tema. É possível, por exemplo, confrontar os resultados do presente estudo com pesquisas aplicadas a transtornos mentais específicos. É possível, ainda, concentrar as pesquisas em grupos específicos, como os filhos ou pais dos pacientes que manifestam os transtornos mentais.

E com essas explicações e o modelo, eu Concluo dizendo que:

Está provado que a conclusão do TCC é a Doce Arte de Encher Linguiça. MAS COM TÉCNICA!

E se gostou do conteúdo deste artigo ou se ficou com alguma dúvida ou quer trocar uma ideia comigo, deixa o seu comentário mais abaixo nesta página. Essa é uma das coisas que eu mais gosto de fazer no TCC Sem Drama: conversar com os alunos.

E se você ainda não conhece o Treinamento Completo do TCC Sem Drama, dá uma olhada na nossa página oficial. É só clicar em: https://tccsemdrama.com.br/4-0/

Abraços.

Amilton Quintela

 

Aprenda de uma vez por todas Como Fazer os RESULTADOS e DISCUSSÃO no TCC

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você!

resultados e discussão no TCC SEM DRAMA

Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo e trabalhos de Revisão de Literatura.

Então, chega o momento em que o seu orientador pede que você faça a parte de Resultados e Discussão no TCC. Mas ele te explica O Que É Isso? Provavelmente, NÃO. E ele te diz Como Fazer Isso? É claro que NÃO.

E é por essas e por outras que eu digo que o modelo tradicional de orientação não funciona mais. Algumas instituições e professores podem até ficar meio chateados (para não dizer outra coisa) comigo, mas é a mais pura verdade.

Às vezes, eu me pergunto: Por que ainda chamam de orientação um processo em que os professores não explicam nada? Por que os orientadores (maioria) acham que o aluno tem a obrigação de ter todas as informações? Se você não sabe a resposta, eu muito menos.

Mas EU VOU TE DIZER o que são os Resultados e Discussão no TCC. E vou fazer isso da forma mais simples possível (se eu não conseguir, depois você me fala. E se você não entender o que eu escrevi, pode também assistir ao Vídeo que está neste artigo, um pouquinho mais abaixo…).

Em alguns modelos de trabalhos, de acordo com a estrutura adotada por cada instituição, Resultados e Discussão no TCC formam um capítulo à parte. Mas, mesmo que não apareça como um título separado, esses elementos fazem parte do Desenvolvimento do TCC. Ah! E se você quer saber mais sobre o Desenvolvimento do seu TCC, veja também:
O que Escrever nos Capítulos do Seu TCC.

Todos os trabalhos científicos tem 3 Elementos Básicos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão (ou considerações finais). E esses 3 elementos básicos reúnem outros elementos, como Justificativa, Metodologia, Referencial Teórico (ou Fundamentação Teórica) e os nossos queridos Resultados e Discussão no TCC.

Independente de aparecerem como um capítulo à parte ou como conteúdo dentro do corpo de texto do Desenvolvimento, Resultados e Discussão no TCC são partes fundamentais dos trabalhos científicos e acadêmicosPor quê? Porque é justamente nos Resultados e Discussão que você apresenta as informações (Resultados) que coletou na sua pesquisa e faz a análise dessas informações (Discussão).

Ah!… então, apenas os trabalhos que tem Pesquisa de Campo apresentam Resultados e Discussão, certo? Claro… QUE NÃO! Trabalhos baseados em Revisão de Literatura também apresentam resultados. E esses resultados também precisam ser analisados.

Ei! Antes que eu me esqueça. Apresentar e Analisar informações são coisas muito DIFERENTES! Mas eu te explico isso já já.

Retomando… nos trabalhos de revisão de literatura, os Resultados são exatamente os Conceitos e Conteúdos produzidos pelos outros autores que você pesquisou (o seu Referencial Teórico!) e usou como citações no seu texto.

Ficou claro isso? Vou tentar pela abordagem Matemática. Em trabalhos de revisão de literatura:

RESULTADOS = CONCEITOS DOS AUTORES E FONTES PESQUISADOS

Ainda não ficou claro? Jesus! Acho melhor você partir para os exemplos do Vídeo… ou não, peraê! Vou tentar de novo. (ATENÇÃO: EXEMPLO!) Digamos que você está fazendo um TCC sobre os impactos da alimentação saudável na longevidade (tempo de vida) das pessoas. Mas você não quer fazer uma pesquisa de campo, analisando uma amostra de pessoas específicas. Então, você escolheu buscar Referenciais Teóricos já relacionados ao seu tema. Trocando em miúdos, você decidiu Usar o Que Outros Autores já Pesquisaram sobre o tema (Revisão de literatura).

Obviamente, você encontrou autores que definem o que é, tecnicamente, uma Alimentação Saudável. Ou seja, autores que conceituam Alimentação Saudável. Pois bem, esses Conceitos São os Seus Resultados! Apresentá-los no seu texto é a primeira parte do tópico Resultados e Discussão no TCC.

E onde entra a Discussão? Ora, esses conceitos podem ser semelhantes, complementares ou mesmo divergentes. E cabe a você fazer essa Análise Comparativa. Ao comparar os conceitos de diferentes autores, apontando suas semelhanças, diferenças ou complementaridades, você “COLOCA OS AUTORES PARA CONVERSAR”, ou seja, você monta a sua DISCUSSÃO! Simples assim! E os Resultados e Discussão no TCC estarão prontinhos.

Se mesmo com o exemplo, você ainda não entendeu, dá uma olhada no Vídeo abaixo (ele tem mais um exemplo de Resultados e Discussão no TCC, para o caso de um trabalho de Revisão de Literatura e para o caso de um trabalho que tem Pesquisa de Campo):

Caso tenha dificuldades para assistir o vídeo aqui nesta página, você pode ir direto pelo canal do TCC SEM DRAMA no youtube ou clicar no link abaixo:

Resultados e Discussão no TCC

Bom, como você viu no vídeo acima (não viu? Então, assiste Agora!), quando o trabalho acadêmico envolve uma Pesquisa de Campo, as informações obtidas na pesquisa são os Resultados e a Discussão (ou análise) fica por conta da Interpretação desses Resultados.

Então, Resultados e Discussão no TCC, em um trabalho que tem Pesquisa de Campo, significa apresentar o que você descobriu em suas observações, aplicação de questionários, entrevistas, etc. e estabelecer relações de causas e consequências entre as informações, fazer inferências, tirar conclusões. Como no Exemplo da Pesquisa sobre Bullying no Vídeo acima. Você ainda não viu? Olha lá!!!

E se você gostou do conteúdo deste artigo ou quer tirar uma dúvida, deixa o seu COMENTÁRIO aqui para gente trocar uma ideia! É só descer a barra de rolagem e teclar. Pode desabafar.

Ah! E se você quer conhecer o Treinamento que já mostrou para mais de 10.700 alunos Aprovados Como Fazer um TCC mais Rápido e Fácil, passo a passo, sem abrir mão do seu tempo livre e mesmo partindo do zero, veja isso: TCC Sem Drama

Abraços.

Amilton Quintela

Medo do TCC? A culpa não é sua. Veja a Mentira que te venderam e Aprenda o Caminho para um TCC pronto!

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…)

Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o medo é privilégio dos chamados “maus” alunos e os “bons” alunos não sofrem com isso… ah! Tremendo engano. O medo é ainda maior nos alunos com médias altas e pesquisas provam isso!

Eu sei que isso parece estranho. Afinal, por que até os alunos com excelentes notas e aproveitamento também tem medo do TCC? Por que a gente tem medo? Por que a gente se sente incapaz? Calma! Eu vou explicar tudo isso. Mas antes, eu preciso te dizer: o caminho para um TCC pronto e aprovado passa, sem exceções, pelo Combate ao Medo.

tcc pronto ou medo de fazer o tccE não é que você não possa ter medo, a questão é que ele não pode ser mais forte do que você. Os alunos do TCC Sem Drama não perdem o medo milagrosamente, eles aprendem a controlar o medo, porque o nosso treinamento mostra a eles que mais de 70% do caminho para ter um TCC pronto diz respeito a questões emocionais e de comportamento, e menos de 30% tem a ver diretamente com questões técnicas e conhecimento acumulado ou adquirido.

Eu já perdi as contas do número de e-mails que eu recebo que começam com a seguinte frase (ou derivações): “Eu não consigo…” E quanto mais os alunos repetem coisas desse tipo – eu não consigo, eu não sei, eu não sou capaz, eu não entendo… – mais o cérebro de cada um deles se convence de que todas essas bobagens são verdades absolutas, e é aí que o aluno “trava” mesmo.

Mas por que as pessoas se sentem tão incapazes? Por que você se sente incapaz? Simples: porque você ainda acredita que é culpado por não conseguir fazer o seu TCC. E a boa notícia é: A CULPA NÃO É SUA!

Uma das primeiras coisas que eu faço no treinamento do TCC Sem Drama, é mostrar ao aluno que a culpa não é dele. Eu mostro que, para ter um TCC pronto, é preciso combater o medo e, para isso, é fundamental entender que você não é o responsável direto pelo seu sofrimento. A culpa não é sua. Ao tirar esse peso das costas, fica mais fácil combater o medo. E também fica mais fácil se manter calmo para entender e aplicar as técnicas que podem acelerar a produção do seu trabalho e deixar o seu TCC pronto e aprovado.

E agora você se pergunta: “Ora, se a culpa não é minha, de quem é, então?” Da MENTIRA QUE TE VENDERAM.

Faculdades e orientadores querem te fazer acreditar que o Sistema Tradicional de Orientação (presencial ou online) é suficiente para te mostrar o que é preciso para fazer o TCC e, se você não consegue, o problema está em você e não no sistema. BALELA! Eles não te dizem a verdade, por covardia ou conveniência. Mas eu vou dizer. E a verdade é uma só: O SISTEMA TRADICIONAL DE ORIENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ESTÁ FALIDO!

Durante muito tempo, esse sistema respirava por aparelhos e agora morreu de vez!

E tem muitos orientadores e também muitas faculdades que não gostam muito quando eu digo isso. Mas o meu compromisso é com os alunos. E eu não acho justo que você continue sendo enganado.

Então, a partir de agora, mesmo correndo o risco de ser crucificado por alguns “colegas” e pelo próprio sistema (eles já fazem isso mesmo), eu vou te dizer porque você não é culpado por não conseguir deixar o seu TCC pronto e porque o sistema de orientação tradicional morreu e não funciona mais.

Pensa comigo, por mais que não me agrade dizer isso, educação hoje é um grande negócio. E, muitas vezes (ou quase sempre), o negócio coloca o lucro à frente da qualidade e até do próprio aluno.

É exatamente pensando no lucro, ou mais especificamente na redução de custos, que as faculdades destacam um pequeno número de orientadores para um elevado número de alunos. Já começou errado, concorda? Eu conheço pessoalmente instituições em que cada orientador é responsável por 20 alunos! Se um orientador for responsável, em um semestre, por exemplo, por 5 alunos, a qualidade já pode começar a ser comprometida, mas, vá lá, ainda é aceitável. Acima disso, já é um absurdo em termos de produtividade, qualidade de acompanhamento e desempenho. Os resultados serão comprometidos, com toda certeza!

Com poucos orientadores responsáveis por muitos alunos, as instituições economizam ($), isso é fato, mas isso também gera alguns Efeitos Colaterais:

  • O esquema de encontro entre orientador e alunos fica prejudicado;
  • Os encontros de orientação não acontecem em número suficiente;
  • O tempo de cada encontro é insuficiente;
  • Dúvidas se acumulam;
  • O acompanhamento da produção do aluno fica prejudicado;
  • Os orientadores ficam sobrecarregados e o tempo para responder alguma demanda dos alunos aumenta muito (isso sem falar das situações em que os alunos simplesmente ficam sem respostas).

Porque muitos se arriscam e compram TCC Pronto mesmo sabendo que é estatisticamente comprovado que eles tem uma taxa de reprovação de 70%? A resposta é simples: Você já enviou um e-mail para o seu professor e ele não te respondeu? Ou a resposta simplesmente demorou séculos para chegar? Pois é, bem vindo ao sistema tradicional de orientação.

tcc pronto e orientador de tcc ruimÉ claro que um sistema com essas características não vai funcionar. E é claro que o aluno terá dificuldades em fazer o trabalho. Mas a maior parte dos orientadores e instituições vão estrategicamente omitir todas essas informações e vão dizer que as suas dificuldades são resultado da sua falta de dedicação, de comprometimento, da sua preguiça e até da sua incompetência (já vi orientadores usarem exatamente essa palavra). E é claro que há alunos descompromissados, negligentes e limitados, mas, acredite em mim, a despeito de tudo o que você pode ouvir por aí, esses “maus” alunos são a minoria.

Tudo bem, só que eu já disse prova que o sistema tradicional de orientação é o seu real inimigo no caminho da produção do seu trabalho e um grande obstáculo para que você consiga deixar o seu TCC pronto. Mas tem MAIS!

As aulas de metodologia científica da sua faculdade, salvo raríssimas exceções (que só confirmam a regra), não vão te ensinar a produzir um texto científico e a escrever de acordo com as exigências acadêmicas. Ou vai dizer que suas aulas de metodologia foram esclarecedoras… duvido muito.

Eu só notei que as minhas aulas de metodologia não serviram para nada quando tive que começar a fazer o meu TCC.

E olha que eu ainda nem te falei a pior característica do sistema tradicional de orientação.

Mas, antes disso, eu preciso te dizer que é muito importante que você conheça todas essas verdades e saiba que a culpa não é sua. Tirar esse peso das costas dos alunos tem se mostrado um remédio muito poderoso que os alunos do nosso treinamento online deixem de lado as lamentações, mudem sua postura e comportamento, ganhem confiança, fiquem motivados e, por consequência, comecem a produzir com segurança e rapidez, caminhando para um TCC pronto com muito menos sacrifício e muito mais resultados. Foi por isso que eu gravei o este vídeo que está no nosso Canal do Youtube e que você pode ver aí embaixo:

Agora sim, para fechar com chave de ouro (ou de lata mesmo), a pior característica do sistema tradicional de orientação, que eu até falo no vídeo, mas não custa reforçar: a supervalorização do conhecimento que coloca o professor como foco do processo e não o aluno.

No papel de educador, eu insisto em acreditar que o aluno é a razão de tudo e que a minha função como professor é simplificar as coisas e ajudá-lo a alcançar os seus objetivos: um TCC pronto e aprovação. Talvez eu seja ingênuo… fazer o quê? Mas eu não abro mão desse princípio!

Certa vez Einstein disse que “se você consegue explicar algo de maneira simples, é porque realmente entendeu”. Genial!

O professor deve ser um intermediário do conhecimento, um facilitador de processos. Mas, o sistema tradicional de orientação supervaloriza o conhecimento do professor como se ele fosse o “Senhor do Conhecimento” e o aluno fosse um súdito que pode ser constantemente menosprezado ou até humilhado.

Parece exagero? Então, porque eu vejo tantas vezes os professores assumirem um status de superioridade e tratarem os alunos com arrogância

Você já teve a impressão de que todas as suas dúvidas são tolas e que o seu orientador pensa que você tem obrigação de saber tudo o que você pergunta? Bem vindo, novamente, ao sistema tradicional de orientação.

E é justamente porque eu sei que esse sistema tradicional não funciona mais e não atende as demandas de alunos que muitas vezes trabalham e estudam, tem pouco tempo, estão constantemente conectados e precisam de respostas rápidas, que eu criei o TCC Sem Drama

Muitas faculdades e até alguns professores torceram (e torcem) o nariz para mim? Sim. Mas, os mais de 10.000 alunos que já passaram pelo nosso curso estão aprovados e realizados. E é só isso que me importa!

Abraços.

Amilton Quintela